Trivastal Retard c/30 Comprimidos

Trivastal Retard c/30 Comprimidos

Trivastal é um medicamento indicado no tratamento da doença de parkinson. Indicações, Contra Indicações e Precauções do Trivastal.
Fabricante: Servier
EAN: 7898029558533
Código MS: 1127800500044
De R$ 91,25
R$ 81,47 à prazo
R$ 79,03 à vista
Este produto está indisponível para compra
Trivastal Retard c/30 Comprimidos É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.
Trivastal   Apresentação de Trivastal Trivastal é apresentado em cx. c/ 16 e 30 drágeas c/ 50 mg de Trivastal - piribedil. Informações sobre Trivastal Agonista dopaminérgico, o Trivastal - piribedil estimula os receptores da dopamina evias dopaminérgicas cerebrais. O Trivastal - piribedil possui atividades idênticas às de outros agonistas dopaminérgicos conhecidos, mas, apesar de todos os sistemas acionados serem de transmissão dopaminérgica, existem importantes diferenças ao nível de seu funcionamento, de seu grau de atividade, o que demonstra a inigualável ação de vários agentes sobre um mesmo sistema. No homem: Os estudos de farmacologia clínica evidenciaram no homem um mecanismo de ação dopaminérgico já demonstrado no animal. Encontraram-se no homem tratado pelo Trivastal - piribedil: modificações da eletrogênese cortical, do tipo dopaminérgica registradas no estado de vigília e durante o sono, em comparação com um período de placebo; sendo o estudo acoplado comescalas comportamentais ou psiquiátricas, permitindo relacionar a atividade dopaminérgica e a atividade psicotrópica. Melhoria do tremde repouso, manifestação neurológica ligada a uma deficiência em dopamina, em tratamento agudo e em tratamento prolongado. Aumento da perfusão arteriocapilar produzida na periferia pelo Trivastal - piribedil, comparativamente a um placebo, pôde ser antagonizada pelo haloperidol (antagonista dopaminérgico). Estas propriedades poderiam explicar a atividade do Trivastal - piribedil nas deficiências psicocomportamentais da senescência e no tremdo repouso. Indicações de Trivastal Trivastal é indicado para neurologia: Distúrbios psicocomportamentais da cerebrosclerose progressiva: distúrbios da memória, deterioração intelectual, diminuição da capacidade de concentração, tremsenil, tendência à depressão, alterações do sono. Acidentes vulares cerebrais e seqüelas. Tremores da doença de Parkinson. Proteção do SNC de pacientes hipertensos e ateroscleróticos. Oftalmologia: Degenerescência macular: retinopatia diabética, acidentes isquêmicos retinianos. Otorrinolaringologia: Vertigens; zumbidos; distúrbios cocleovestibulares de origem vular; traumatismo sonoro agudo. Angiologia: Claudicação intermitente; arteriopatias (diabéticas, ateroscleróticas), distúrbios vasomotores (cãibras, acroparestesias). Contra Indicações de Trivastal Trivastal é contra indicado em caso de colapso cardiovular. Infarto do miocárdio na fase aguda. Reações Adversas de Trivastal São raras (4%): perturbações digestivas ocasionais como dispepsia, náuseas, flatulência. Posologia de Trivastal Parkinson: Em monoterapia: 3 a 5 drágeas. Em associação: 1 drágea de Trivastal para cada 250 mg de levodopa. Trivastal : 1 drágea ao dia, após a refeição principal. Nos casos graves: 2 drágeas ao dia, em duas tomadas. No tremextrapiramidal: 2 a 4 drágeas ao dia, em dosagem progressiva.  
Produtos Relacionados
Histórico de navegação