REMICADE 100MG 1FA (Infliximabe)

REMICADE 100MG 1FA (Infliximabe)

REMICADE é Indicado nos casos de Artrite reumatoide, Espondilite anquilosante e Doença de Crohn. Compre pelo melhpreço REMICADE NA SARE
Fabricante: Schering Plough
Disponibilidade: Envio imediato
Envio Especial: Refrigerado
De R$ 5.343,79
R$ 4.771,24 à prazo
R$ 4.628,10 à vista
Estimar entrega
Informe o seu cep para consulta do prazo de entrega e valores de frete.
REMICADE 100MG 1FA (Infliximabe) É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE UM MÉDICO OU UM FARMACÊUTICO. LEIA A BULA.
REMICADE Infliximabe 100 mg - Indicações - Artrite reumatoide, Espondilite anquilosante, Doença de Crohn, Doença de Crohn fistulizante, Artrite psoriásica, Psoríase, Colite ou retocolite ulcerativa REMICADE Infliximabe 100 mg Contraindicações - REMICADE Infliximabe 100 mg está contraindicado em pacientes com hipersensibilidade conhecida a qualquer componente do produto ou a proteínas murinas; infecções graves, como tuberculose, sepse, abscessos e infecções oportunistas ou insuficiência cardíaca moderada ou grave. Precauções e advertências REMICADE Infliximabe 100 mg - REMICADE pode estar associado a efeitos agudos de infusão e à reação de hipersensibilidade tardia. Todos os pacientes recebendo REMICADE devem ser observados durante, pelo menos, 1 a 2 horas após a infusão. Se ocorrerem reações agudas, a infusão deverá ser interrompida imediatamente. Interações medicamentosas REMICADE Infliximabe 100 mg - Em pacientes com doença de Crohn e artrite reumatoide foi demonstrado que a formação de anticorpos contra o infliximabe é reduzida quando administrado concomitantemente ao metotrexato ou outros imunomoduladores. Reações adversas REMICADE Infliximabe 100 mg - As reações adversas mais comumente relatadas referem-se à infusão. As causas mais comuns para a interrupção do tratamento foram: dispneia, urticária e cefaleia. Outras reações adversas, sendo a maioria de intensidade leve a moderada, foram: rubor, cefaleia, vertigem/tontura, náuseas, diarreia, dabdominal, dispepsia, função hepática alterada, infecções de vias aéreas superiores e inferiores, dispneia, sinusite, infecção viral, febre, erupção cutânea, prurido, urticária, aumento da sudorese, pele seca, dtorácica, transaminase hepática elevada e reações do tipo doença do soro. Os efeitos adversos sérios mais comuns, nos relatos espontâneos pós-comercialização, foram infecções.
Produtos Relacionados
Histórico de navegação