Você está no Blog da Sare Drogarias

Medicamento Utilizado em Estudo Causa Morte de Adolescente

Estudo com o medicamento Sensipar causa morte de um paciente de 14 anos de idade


Medicamento Utilizado em Estudo Causa Morte de Adolescente


 


A U.S. Food and Drug Administration anunciou recentemente que alertou todos os pediatras clínicos sobre a droga Sensipar, após a morte de uma paciente de 14 anos de idade que participou de um dos estudos.


 


Sensipar é um fármaco, desenvolvido pela Amgen Inc, que reduz os níveis de cálcio no sangue, diminuindo a liberação de paratormônio (PTH) da glândula paratireóide. Ter altos níveis de cálcio pode ser a causa de vários problemas de saúde e tem sido associado com um risco aumentado de ataque cardíaco. Ter os níveis de cálcio baixos, porém, também pode levar riscos para a saúde.


 


A agência afirma que ainda não estão certos se a droga tinha alguma coisa a ver com a morte do adolescente e que eles vão continuar a avaliar toda a informação disponível. Amgen Inc é a maior empresa de biotecnologia do mundo, na semana passada enviou uma carta aos profissionais de saúde, informando-lhes sobre a morte do adolescente e a suspensão dos julgamentos.


 


A empresa disse: "A Amgen Inc está funcionando tão rapidamente quanto possível para entender as circunstâncias do ocorrido. Esta análise está em curso e será concluída tão rapidamente quanto possível". O medicamento Sensipar, que teve vendas perto de US $950 milhões em 2012, não está aprovado para crianças. Estritamente é aprovado para adultos, para tratar de hiperparatireoidismo secundário em pacientes com doença renal crônica, hipercalcemia em pacientes com câncer de paratireóide.


 


Alguns indicadores de níveis séricos baixos de cálcio são:


1.       Tetania (espasmos musculares intermitentes);


2.       Parethesias (alfinetes e agulhas);


3.       Mylagias (dor nos músculos);


4.       Cãibra muscular;


5.       Convulsões.


 


Mais comumente efeitos colaterais da droga incluem náuseas, diarréia e vômitos. A FDA disse: "Nós pedimos a profissionais de saúde e pacientes para relatar eventos adversos envolvendo Sensipar ao FDA MedWatch programa."