Bem Vindo a Sare Drogarias

Televendas

(11) 2021-6464

TAMISA 30MG C/63

Fabricante: Eurofarma

Código do Produto: SKUP3817

De R$ 60,73 Por R$ 56,86

R$ 54,02 no pagamento à vista.

Simular
bandeiras de cartões

DESCRIÇÃO DO PRODUTO

Tâmisa

Laboratório de Tâmisa

Eurofarma

Apresentação de Tâmisa

Tamisa é apresentado em Cart. c/ 1 blíster - calendário c/ 21 drágeas. Cada drágea contém: Tâmisa - Etinilestradiol Tâmisa - Gestodeno Tâmisa 20 20 mcg 75 mcg Tâmisa 30 30 mcg 75 mcg Excipiente q.s.p 1 drágea

Informações sobre Tâmisa

Tâmisa é um contraceptivo oral combinado, contendo o estrogênio sintético Tâmisa - Etinilestradiol e o progestogênio sintético Tâmisa - Gestodeno. O efeito contraceptivo dos componentes hormonais de Tâmisa está baseado na interação de vários fatores, sendo que os fatores mais importantes são a inibição da ovulação (pela supressão da liberação de gonadotrofina) e alterações no muco cervical (as quais aumentam a dificuldade de penetração do esperma no útero). Adicionalmente, alterações no endométrio reduzem a probabilidade de implantação.

Indicações de Tâmisa

Tâmisa está indicado na prevenção da gravidez.

Contra Indicações de Tâmisa

Tâmisa está contra-indicado em pacientes com: 1. História prévia ou atual de processos tromboembólicos arterial ou venoso e condições que os predispõem, como anormalidades no sistema de coagulação, doença cardiovular, fibrilação atrial. 2.distúrbio crônico e agudo da função hepática (incluindo síndrome de dubin-johnson, síndrome de rotor), história prévia ou atual de tumores hepáticos, antecedentes de icterícia idiopática ou prurido intenso durante a gravidez. 3.história prévia ou atual de neoplasia estrógeno-dependente confirmada ou supeita (carcinoma mamário ou endometrial). 4.distúrbios do metabolismo lipídico. 5. Anemia falciforme. 6.diabete severa com alterações vulares. 7. Antecedentes de herpes gestacional. 8. Otosclerose agravada durante a gravidez. 9. Sangramento genital anormal de causa indeterminada. 10. Gravidez confirmada ou suspeita. 11.hipersensibilidade a qualquer um dos componentes de Tâmisa.

Posologia de Tâmisa

As pacientes devem ser instruídas a tomardrágeas sempre à mesma hora do dia, preferencialmente após o jantar ou ao deitar. 1) Primeiro ciclo: Durante o primeiro ciclo de tratamento, a paciente deve ser instruída a tomar uma drágea de Tâmisa diariamente durante 21 dias consecutivos, iniciando no 1º dia do ciclo menstrual, ou seja, no 1º dia de menstruação. Passando este período, a administração deve ser suspensa p7 dias, durante os quais deve ocorrer hemorragia psupressão. Tâmisa é eficaz a partir do 1º dia de tratamento sedrágeas foram iniciadas no 1º dia do ciclo como rito. 2) Ciclos seguintes: A paciente deve iniciar uma nova cartela de Tâmisa após os 7 dias de intervalo, isto é, no 8º dia após ter tomado a última drágea, procedimento este que deverá ser repetido em todos os tratamentos subsequentes, mesmo que a hemorragia psupressão esteja em curso. Desta maneira, cada ciclo de 21 dias de tratamento com Tâmisa inicia-se sempre no mesmo dia da semana que a primeira cartela e segue o mesmo esquema de 21 dias com Tâmisa e 7 dias de pausa. Se um novo ciclo de Tâmisa não finiciado após o 8º dia de intervalo, a paciente deverá utilizar um método contraceptivo não-hormonal (com exceção da tabelinha e método da temperatura corpórea), até quedrágeas tenham sido tomadas diariamente p7 dias consecutivos. 3) Mudando de outro contraceptivo oral para Tâmisa: A paciente deve ser instruída a tomar a primeira drágea de Tâmisa no 1º dia que ocorrer a hemorragia psupressão após a última pílula- ativa do contraceptivo oral anteriao Tâmisa. 4) Omissão de drágeas: Se a paciente esquecer de tomar a drágea de Tâmisa, esta deverá ser tomada até 12 horas do horário usual. Se a drágea esquecida não ftomada dentro de 12 horas, deve tomá-la assim que se lembrar e tomar as drágeas seguintes no horário habitual. Adiconalmente, métodos contraceptivos não-hormonais (com exceção da tabelinha e do método da temperatura corpórea), devem ser utilizados até o término do ciclo (ver Proteção Contraceptiva Adicional). 5) Uso pós-parto ou pós-aborto: Tâmisa não deve ser iniciado antes do primeiro ciclo menstrual normal pós-parto ou pós-aborto. Se contracepção imediata se fizer necessária devido à circunstâncias médicas, administração de Tâmisa deve ser inicida no 12º dia pós-parto (nunca antes do 7º) e no 5 dia pós-aborto, o mais tardar. Se Tâmisa é iniciado após o 12º dia pós-parto ou 5º dia pós-aborto, a retomada da ovulação pode ocorrer e um método contraceptivo não-hormonal deve ser utilizado até quedrágeas tenham sido tomadas diariamente ppelo menos 7 dias consecutivos. Quando contraceptivos orais são administrados no período imediatamente pós-parto ou pós -aborto, um aumento no risco de doenças tromboembólicas deve ser considerado.

COMENTÁRIOS DOS NOSSOS CLIENTES

7 Comentários

usuário

PERFEITO, ENTREGA RÁPIDA SEM NENHUM PROBLEMA

05 de Dec

MAURO

(Curitiba )

usuário

Preço e facilidades de acesso bons. O prazo de entrega podia ser menor.

04 de Dec

Cristiane

(São Vicente )

usuário

Rapido, pratico e bom preço

04 de Dec

Lara

(Uberlândia )

usuário

Minhas expectativas foram atendidas Obrigada pelo atendimento estou satisfeita

02 de Dec

Sandra

(Castanhal )

usuário

Como sempre,muito bem atendido,pedido chegam rapido,estou muito satisfeito com vcs.um grande abraço e muito obrigado.

02 de Dec

Fernando

(Leme )

usuário

Otima

02 de Dec

Patricia Ribeiro Gaspar

(Cariacica )

usuário

Voltarei a comprar novamente .

02 de Dec

alcione

(POMPEU)