Voluntariado pode fazer as pessoas mais felizes, diz estudo!


O voluntariado pode melhorar a sua saúde mental das pessoas e ajudá-las a viver mais tempo, uma nova análise sugere.

 
 
O voluntariado pode melhorar a sua saúde mental das pessoas e ajudá-las a viver mais tempo, uma nova análise sugere. Os pesquisadores analisaram dados de 40 trabalhos publicados e encontraram evidências de que os voluntários podem ter um risco 20 por cento menor de morte do que os que não são voluntários. Além disso, os voluntários tinham níveis mais baixos de depressão, aumento da satisfação com a vida e melhor bem-estar.
 
 
Mais pesquisas são necessárias para entender a aparente ligação entre o voluntariado e a saúde, os autores da revisão observaram. "Nossa revisão sistemática mostra que o voluntariado está associado com melhorias na saúde mental, mas é necessário mais trabalho para determinar se o voluntariado é realmente a causa das melhorias na saúde mental," disse a Dra. Suzanne Richards, da Universidade de Exeter Medical School, na Inglaterra, em um comunicado à imprensa.
 
 
"Ainda não está claro se os fatores biológicos e culturais, juntamente com os recursos sociais, que são frequentemente associados com uma melhor saúde e sobrevivência, também estão associados com as melhorias na saúde mental dos voluntários em primeiro lugar. Agora, o desafio é incentivar as pessoas das mais diversas origens a assumir o voluntariado e, em seguida, medir se as melhorias surgem para elas", explicou a Dra. Suzanne Richards.
 
 
Os resultados foram publicados em 22 de agosto na revista BMC Public Health. Em todo o mundo, o número de voluntários adultos varia, com estimativas de cerca de 23 por cento na Europa, 27 por cento nos Estados Unidos, e 36 por cento na Austrália, de acordo com a nota de imprensa. As razões mais comuns para que as pessoas comecem a realizar o voluntariado incluem dar algo de volta à sua comunidade ou apoiar uma organização ou instituição de caridade. Algumas pessoas também se voluntariam para ganhar experiência de trabalho ou para ampliar seus círculos sociais.
 
 
Outras pesquisas passadas observaram os benefícios do voluntariado para as pessoas, como por exemplo, o acréscimo da longevidade, a melhora na qualidade de vida e a diminuição do estresse, mas estes resultados tendem a ser baseados em declarações, em vez de em evidências. Para pacientes com estresse, fadiga, irritabilidade e insônia o medicamento Beroccal serve como preventivo e suplemento de vitaminas.
 
Henrique Torres