Vale a Pena Ter Alimentos de Baixa Caloria no Cardápio?


Um estudo recente descobriu que restaurantes significativamente melhoram financeiramente se cortaram o número de calorias por refeição.

Vale a Pena Ter Alimentos de Baixa Caloria no Cardápio?
 
 
Mais e mais restaurantes em todos os países estão servindo refeições de baixas calorias, em um esforço para cortar gastos e fazer mais lucro.  Um estudo recente realizado no Instituto Hudson descobriu que empresas e restaurantes significativamente melhoram financeiramente se cortam o número de calorias por refeição e contribuem para a prevenção da obesidade. 
 
 
A obesidade está se tornando um problema de saúde pública nos Estados Unidos, na verdade, recentemente pesquisadores da faculdade médica de Weill Cornell estimaram que perto de 39% de todos os americanos que são classificados como tendo sobrepeso podem na verdade ser obesos. Isso é extremamente preocupante, considerando que a obesidade pode significativamente aumentar o risco de desenvolver uma série de diferentes doenças e condições, tais como câncer, doenças cardíacas e diabetes tipo 2 (que pode ser tratado por medicamentos como o Victoza).
 
 
O relatório intitulado "alimentos de baixas calorias, é apenas bom negócio" identifica o impacto financeiro de servir opções de baixa caloria em 21 restaurantes mais populares dos Estados Unidos, como Burger King e McDonald. Nos últimos anos, os restaurantes que acrescentaram mais refeições de baixas calorias para seu cardápio viram um crescimento muito melhor e um número significativamente maior de clientes em relação aos que não tem muitas opções alimentos com baixa caloria. 
 
 
Entre os anos de 2006 e 2011, bebidas e alimentos de baixa caloria foi o motor de crescimento para 17 dos restaurantes olhados. Não só isso, mas os restaurantes que tinham opções de baixa caloria também tinham muito melhores taxas de retorno sobre o investimento.
 
 
Henrique Torres