Vacinação contra a Gripe começa em 25 de abril


Em 2011, campanha incluirá gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos e profissionais de saúde

O Ministério da Saúde nunciou ontem que gestantes, crianças de 6 meses a 2 anos e profissionais de saúde passarão a integrar, a partir deste ano, a Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe, ao lado de idosos e indígenas.  

Na época da pandemia de gripe H1N1, as grávidas, as crianças com menos de 2 anos e os idosos se mostraram os mais suscetíveis para desenvolver casos graves de infecção. Profissionais de saúde foram incluídos pela mesma razão semelhante. Cerca de 75% das infecções respiratórias em idosos e menores de 2 anos ocorrem pelo vírus influenza. 
 
Em 2011, a vacinação começa em 25 de abril e irá até 13 de maio. No primeiro sábado da campanha será realizado o Dia de Mobilização. Serão instalados 65 mil postos de vacinação em todo o País para vacinar o público. A expectativa é imunizar 23,8 milhões de brasileiros.  

Na região Norte, é possível que haja alteração no calendário para vacinação. Alguns trabalhos mostram que a população dessa região está mais vulnerável aos vírus circulantes no Hemisfério Norte.  
 
A vacina deste ano será feita com cepas dos vírus que mais circularam no Hemisfério Sul em 2010, entre elas a do H1N1, que causa a gripe suína. O ministro Padilha assegurou que a inclusão não está relacionada a um risco de retomada da infecção.  
 
Para ficar imunizado contra a gripe, é preciso vacinação anual. Uma dose é suficiente. A exceção fica por conta das crianças com idade entre 6 meses e 2 anos. Esse grupo deve receber duas aplicações, com intervalo de 30 dias entre elas. 
 
Quem será vacinado: Pessoas com 60 anos ou mais, população indígena, crianças com idades entre 6 meses e 2 anos, gestantes e profissionais de saúde. 

 

Autor:  Agência Comunicado

Fonte:  O Estado de S. Paulo