Tecnologia no momento do parto previne falsos diagnósticos


Obstetra fala sobre a eficiência dos novos aparelhos que auxiliam o parto

Nascimento prematuro, cesarianas e o diagnóstico de várias anormalidades já podem ser detectados com antecedência. Isso não ocorria há alguns anos atrás, mas hoje é possível graças à tecnologia nos equipamentos que auxiliam os médicos, chamados Point-of-Care (aparelho à cabeceira do leito). O obstetra Dr. Paulo Cossi explica que os aparelhos antigos além de muito grandes tinha uma resolução ruim, o que muitas vezes dificultava antecipar possíveis complicações na hora do parto.

“Hoje os aparelhos “Point-of-care” são portáteis, o que lhes confere uma praticidade antes impensável. São ágeis, uma  condição imprescindível na sala de parto”, considera. 

Em junho de 2016 o Conselho Federal de Medicina (CFM) estabelece novos critérios para realização de cesáreas no país. A decisão da cirurgia pode ser tomada somente após a trigésima nona semana de gestação. O argumento é de que antes desse período o bebê não está biologicamente preparado para nascer. 

Aparelhos de ultrassom modernos atuam no diagnóstico precoce de doenças

Segundo o obstetra, medidas assim evitam as cesáreas que são aplicadas sem nenhum critério clínico. Ao agendar o parto cesárea o médico ressalta que dificilmente é identificada a idade gestacional, portanto há grandes chances do bebê nascer quando não é o momento adequado. 

“Este fato é bastante frequente, pois 40% das mulheres que dizem saber a data da menstruação, esta não está correta quando se compara com a ultrassom realizada nos primeiros três meses da gestação”, alerta. 

Novos aparelhos auxiliares na gestação e parto

A tecnologia aplicada no procedimento clínico obstétrico contribui não só para identificar o melhor momento para o parto, como também realiza possíveis diagnósticos ainda na barriga. Antigamente, os pais conseguiam escutar o batimento cardíaco do bebê e com uma resolução ruim, hoje é possível não só visualizar com detalhes, mas assegurar a saúde da mãe e do filho. 

“Atualmente, os aparelhos da Samsung, por exemplo, possuem tecnologias avançadas, que permitem diagnosticar com precisão patologias, síndromes e distúrbios genéticos tais como, mielomeningocele (má-formação) e hidrocefalia (acúmulo anormal de líquido dentro do crânio)”, explica o vice-presidente da divisão de Consumer Eletronics da Samsung Brasil, Tony Firjam. 

No parto normal esse tipo de recurso ajuda a acompanhar o estado da gestante e do bebê, em casos de dilatação, estado da placenta, nível do líquido amniótico, entre outras questões. Leia: Maternidade roubada: saiba sobre alguns dos procedimentos feitos sem necessidade

Previne falso diagnóstico e traz segurança à equipe médica

O Obstetra conta uma experiência recente em que o aparelho foi essencial para resolver um sangramento na hora do parto. Segundo o médico a paciente apresentava contrações acima do normal e um maior sangramento. A princípio, a equipe  havia suspeitado de um possível descolamento da placenta.

“Imediatamente realizei uma ultrassonografia, não havia quaisquer sinais de descolamento. Foi realizada a amniotomia, portanto as contrações se ordenaram e o parto transcorreu normalmente”. Nesse caso, o especialista garante que o aparelho foi essencial para evitar um falso diagnóstico e possível cesariana desnecessária. 

Leia também: A humanização do parto

De acordo com o Dr Cossi outra situação solucionada graças à tecnologia agregada ao ultrassom foi um caso de aborto incompleto. A paciente sentia muita dor e não melhorava com a ingestão dos analgésicos. A equipe suspeitava de perfuração uterina causada pela curetagem, mas o exame ultrassonográfico apontou diferente. “Tratava-se de um cisto no ovário direito torcido. Realizou-se uma laparotomia sem intercorrências, com diagnóstico cirúrgico”, afirma. 

Os novos equipamentos trazem segurança e conforto durante todo o processo da gravidez. Hoje as mães conseguem já ver com detalhes a face da criança e acompanhar todas as etapas do desenvolvimento do feto. “O modelo WS80A Elite da Samsung possui a ferramenta 5D Heart, que realiza o exame do coração do bebê de forma rápida e prática com a automatização do processo”, acrescenta o representante. 

 

Participações:

 Obstetra e ginecologista Dr. Paulo Cossi, Mestre em Ciências da Saúde pela UNIFESP 

Tony Firjam, vice-presidente da divisão de Consumer Eletronics da Samsung Brasil

 

Referências:

http://agenciabrasil.ebc.com.br/geral/noticia/2016-06/gestante-tera-de-reagendar-cesarea-para-se-adequar-nova-regra-do-cfm

 

Juliana Rodrigues