Suplementos de cálcio e os riscos ao coração


O excesso no consumo de suplementos de cálcio, pode estar associado com maiores incidências de doenças cardíacas.

 
Um estudo recente, publicado no British Medical Journal, contatou que o consumo de cálcio, por meio de suplementos vitamínicos, pode estar associado com o aumento do risco de ataques cardíacos e morte. 
 
Embora o cálcio seja fundamental para a saúde dos ossos e para diminuir os riscos de osteoporose, uma série de estudos recentes, tem chamado atenção de especialistas. Pois quanto mais se verifica o excesso de cálcio no organismo, maiores são as incidências de morte por doenças cardíacas. 
 
O estudo que constatou essa relação dos excessos de cálcio a maiores riscos de doenças cardiovasculares, avaliou mais de 61.000 mulheres, submetendo uma parte, a ingestão de mais de 1400 mg de cálcio por dia e supervisionou o outro grupo, que não recebeu nenhuma dose do suplemento vitamínico. 
 
Ao final do período de análise, os pesquisadores descobriram que houve um grande aumento no risco de morte e no desenvolvimento de doenças cardiovasculares, em mulheres que foram submetidas a tomar os suplementos de cálcio, ao contrário do outro grupo de mulheres analisadas, que não apresentaram o mesmo risco. 
 
Estes resultados somados a outros, recentemente publicados, alertam aos riscos do excesso no consumo de cálcio e servem para dar mais peso a constatação dos especialistas que a indicação da suplementação com cálcio, deve ser moderada.  
 
No entanto, vale ressaltar que estes estudos são apenas observacionais e contudo, o cálcio é muito importante para o organismo. Esses estudos não provam que os suplementos de cálcio são a causa de infartos ou de risco de mortalidade elevada, apenas levantam a possibilidade de que o excesso de cálcio pode aumentar o risco de atasques cardíacos. 
 
A melhor maneira de obter o cálcio é por meio de uma dieta saudável e equilibrada, com produtos lácteos como o leite, o iogurte, o queijo ou alimentos não lácteos como sardinha, salmão, couve e tofu. E consumi-los moderadamente, sem exageros. 
 
Pacientes que apresentam histórico de doenças cardiovasculares, como hipertensão arterial, doenças coronarianas, altas taxas de colesterol (que podem ser controladas com o medicamento Sinvastatina) ou aterosclerose, devem tomar cuidados especiais no consumo de cálcio. O acompanhamento de um médico é fundamental, nas indicações de quantidades adequadas, no consumo diário de cálcio.