Sprycel e os benefícios para o trato da Leucemia


A medicação age diretamente nas células cancerígenas

Sprycel desatinibe é um medicamento produzido para complementar o tratamento de leucemia em adultos na fase crônica (LMC) e nas fases crônica acelerada ou blástica. Embora não exista estudos que comprovam os benefícios clínicos - resistência a doença e maiores chances de sobreviver - a medicação responde em taxa hematológica e citogenética (análise dos cromossomos).

O remédio é contraindicado para pacientes sensíveis à composição, assim como para grávidas podendo implicar em má formação do feto. Ao realizar o tratamento com Sprycel é necessário realizar semanalmente hemogramas completos durante os primeiros dois meses e depois mensalmente.

Efeitos e reações colaterais

Sintomas como diarreia, hemorragia, febre, retenção de líquidos e fadiga, estão entre as principais reações ao consumir o medicamento.

Inibidores do medicamento

Pacientes tratados com Sprycel devem evitar a ingestão da Erva de São João, pois a planta pode diminuir as concentrações plasmáticas de desatinibe.  Quando a dose é aumentada pelo médico o paciente deve ser monitorado ao se tratar da toxidade do remédio.

Leucemia

A Leucemia aguda é uma espécie de câncer no sangue. A doença inicia-se a partir das células brancas do sangue da medula óssea e penetra a parte interna dos ossos. Embora não produza tumores como diversos tipos de câncer a doença invade a corrente sanguínea podendo afetar órgãos como o fígado, baço e gânglios linfáticos.

A Leucemia aguda deve ser tratada de modo urgente, pois pode progredir e levar o paciente ao óbito.

Causas da Leucemia

Todavia as causas da Leucemia não são comprovadas cientificamente e muitas vezes desconhecida pelo paciente, embora exista fatores de riscos para que a doença se desenvolva, mesmo que não seja ainda comprovado se esses são os reais motivos para formação da enfermidade. Consideram-se tais fatores:

  • Exposição à radiação em níveis elevados;
  • Exposição aos produtos químicos, como benzeno, solventes muito aplicados em refinarias de petróleo e indústrias. O mesmo composto é presente na fumaça de cigarro, detergente e outros produtos de limpeza;
  • Em pacientes com síndrome genética hereditária, como exemplo a Síndrome de Down;
  • Pessoas do sexo masculino e brancas apresentam-se com maiores riscos da doença.

Sintomas da Leucemia

A doença é responsável por diversos sintomas decorrentes principalmente da insuficiência de células vermelhas na corrente sanguínea. Fadiga, febre, perda de apetite e peso, sensação de frio, falta de ar e tonturas são alguns sinais indicados pela Leucemia.

Tratamento

O tratamento da Leucemia visa matar as células causadoras da doença, normalizar o hemograma e livrar o corpo dos sinais da enfermidade por mais tempo possível. A quimioterapia e o uso de drogas anticâncer são algumas das alternativas.

Todavia é importante ressaltar que os medicamentos apresentam-se menos agressivos ao organismo e no alcance de partes específicas das células cancerígenas. Entre os mais receitados pelos médicos podemos citar o desatinib (Sprycel).

 

Juliana Rodrigues