Sinais e Sintomas do Parkinson


Veja quais são os sinais da existência da doença de Parkinson.

Sinais e sintomas

 

A doença de Parkinson afeta o movimento, produzindo sintomas de motor e incluem disfunção autonômica, problemas neuropsiquiátricos (alterações de humor, cognição, comportamento ou pensamento), e sensoriais e dificuldades do sono, também são comuns.

 

Quatro sintomas de motor são considerados Cardeais na DOENÇA DE PARKINSON: tremor, rigidez, lentidão dos movimentos e instabilidade postural. Tremor é o sintoma mais evidente e bem conhecido. É o mais comum; embora cerca de 30% dos indivíduos com DOENÇA DE PARKINSON não têm tremor no início da doença, porém a maioria tende a desenvolvê-la conforme a doença progride. É geralmente um tremor de repouso: máxima quando o membro está em repouso e desaparece com o movimento voluntário e sono. Ela afeta, em maior medida, a parte mais distal do membro e de início normalmente aparece em apenas um único braço ou perna, tornando-se mais tarde bilateral.

 

Em termos de fisiopatologia, na DOENÇA DE PARKINSON acontece o acúmulo anormal de alfa-synuclein de proteína no cérebro sob a forma de corpos de Lewy, em oposição a outras doenças como a doença de Alzheimer onde o cérebro se acumula a proteína em forma de emaranhados neurofibrilares.

 

O sintoma mais típico da doença de Alzheimer, a demência, ocorre em estágios avançados da DOENÇA DE PARKINSON, embora seja comum encontrar emaranhados neurofibrilares nos cérebros afetados pela DOENÇA DE PARKINSON. Demência com corpos de Lewy é outro synucleinopathy que tem muitas semelhanças com a DOENÇA DE PARKINSON e especialmente com o subconjunto dos casos de DOENÇA DE PARKINSON com demência. No entanto, a relação entre a DOENÇA DE PARKINSON e demência com corpos de Lewy é complexa e ainda tem de ser esclarecido. Podem representar partes de um continuo, ou podem ser separadas de doenças.

Henrique Torres