Sinais e sintomas de perda auditiva em crianças.


Veja como reconhecer os problemas auditivos, bem como tratá-los!

 
Como pai, é provável que você seja a primeira pessoa a detectar problemas de audição em seu filho. Algumas indicações precoces de um problema de audição incluem não reagir a ruídos altos, não responder a sua voz, fazer sons simples que eventualmente desaparecem.
 
 
Uma criança com otite média também poderá puxar ou esfregar o ouvido, estar constantemente irritada, sem motivo aparente, tornar-se indiferente ou desatenta, não entender as direções, muitas vezes pedir para aumentar o volume da televisão ou o rádio, ter febre e ter dor de ouvido.
 
 
Verifique com o médico do seu filho se você tiver alguma razão para suspeitar que o seu filho tenha problemas de audição. Muitos hospitais rotineiramente fazem exames em recém-nascidos para deficiência auditiva. Outros hospitais apenas o fazem para crianças que estão em risco de deficiência, tais como aquelas com uma tendência genética para a surdez. Certo número de estados têm leis que exigem rastreio precoce de audição para todas as crianças. Verifique com seu pediatra ou hospital para descobrir se seu filho recebeu um teste de audição. Se não, veja como você pode obter um.
 
 
As opções de tratamento para crianças com perda auditiva dependem da condição e do grau de deficiência auditiva. Os tipos mais comuns de tratamento para otite média incluem:
 
 
A conduta expectante. Porque a doença muitas vezes desaparece por si própria, por vezes, o tratamento inicial para a otite média é simplesmente monitorizar a criança para quaisquer alterações.
 
 
Medicamentos. Seu pediatra pode prescrever antibiótico ou outros medicamentos para o seu filho.
 
 
Tubos de ouvido. Se o problema persistir e parecer estar afetando a audição do seu filho, o pediatra pode sugerir que o seu filho receba os tubos da orelha. Estes permitem que o fluido drene e pode ajudar a prevenir a infecção. Se o seu pediatra acha que seu filho precisa de tubos de ouvido, ele ou ela irá encaminhá-lo para um médico especialista em ouvido, nariz e garganta, também conhecido como um otorrinolaringologista. Inserção de tubos de ouvido é um procedimento cirúrgico ambulatorial menor, mas o seu filho terá que ter uma anestesia geral no hospital.
 
Henrique Torres