Shampoo: com ou sem sal?


Veja a diferença entre as duas versões e como agem na saúde dos cabelos

O mercado de cosméticos está sempre sendo inovado. E quando o assunto é cabelo, tendências e mais tendências prendem as atenções das pessoas, principalmente da mulherada antenada e disposta a quase tudo para manter as madeixas em ordem. Antigamente, a praticidade dos shampoos “2 em 1” era o auge das invenções, mas, com o passar do tempo, o sucesso se encontra na vasta opção de produtos com o compromisso de proteger os cabelos contra os danos do dia a dia. O que tem chamado a atenção nas prateleiras é o shampoo sem sal, com a promessa de preservar os fios, sendo alvo de mitos e verdades do mundo estético.
 
Sem dúvida, o shampoo sem sal conquistou e ainda conquista cada vez mais consumidores. Primeiramente, deve-se saber que o sal da fórmula do shampoo é diferente daquele utilizado no preparo dos alimentos, pois não contém iodo, o que o torna mais puro. Nos produtos cosméticos a função do cloreto de sódio é dar consistência ao shampoo, impedindo que escorra quando colocado nas mãos. Já as demais propriedades do sal para o benefício dos cabelos é o que dividem os especialistas.
 
Os produtos que apresentam a informação “sem sal” se mostram menos agressivos aos fios, principalmente naqueles que estão debilitados por processos químicos ou coloração, assim como  agressões externas provocadas pela exposição ao sol, poeira, umidade, entre outros.
 
Por outro lado, alguns especialistas afirmam que todo shampoo leva sal em sua formulação, visto que durante a produção o denominado cloreto de sódio é substituído pelo lauril sulfato de sódio – um produto químico com reação emulsificante, que remove o óleo e a gordura do cabelo. Uma nova opção que deve aparecer cada vez mais é a dos cosméticos orgânicos, e aí entram os produtos sem sulfatos ou parabenos.
 
A verdade é que muitos são os fatores que influenciam na saúde das madeixas. O ideal é ter atenção antes de realizar procedimentos químicos como colorações e alisamentos, que são os que mais maltratam os fios.
 
Por: AgComunicado