Riscos do colesterol alto


Saiba o que pode influenciar o aumento do colesterol e quais medidas auxiliam em seu controle.

O colesterol é essencial para a produção de hormonas vitais em nosso corpo, além de ser responsável pela construção das células saudáveis. No entanto, o problema do colesterol alto no sangue, é preocupante. 
 
Sem sintomas aparentes, o elevado colesterol no sangue, pode acumular-se e depositar-se nas paredes dos vasos sanguíneos, formando a asterosclerose, que pode comprometer o fluxo sanguíneo entre as artérias e interromper que o coração receba o sangue rico em oxigênio, necessário para o seu bom funcionamento. Dessa maneira, se o sangue deixar de circular em alguma parte do coração, é provável que ocorra um infarte agudo do miocárdio ou um acidente vascular cerebral (AVC).
 
Segundo o National Cholesterol Education Program, os fatores de risco do colesterol alto, dependem:
 
- Idade 
No caso dos homens, a partir dos 45 anos e mulheres, depois da menopausa.
 
-Fumo 
O fumo aumenta o fracionamento das gorduras no interior dos vasos, aumentando a concentração de LDL, o colesterol ruim e reduzindo o colesterol bom, o HDL. 
 
- Hipertensão
A pressão arterial no interior das artérias também as prejudica, o que acelera a aterosclerose. 
 
- Diabetes
A glicose elevada no sangue contribui para um aumento do LDL e diminuição do HDL, além de lesar a parede das artérias.
 
- Níveis de HDL abaixo de 35 mg por DL.
 
- Histórico de doenças cardiovasculares em parentes de primeiro grau. 
 
Para garantir o controle dos níveis de colesterol e reduzir o risco de doenças cardiovasculares, existem duas medidas: o controle do peso e praticar atividades físicas. O colesterol alto exige uma alimentação balanceada, um acompanhamento de um especialista e práticas regulares de atividade física, para ter mais saúde e garantir uma vida longa. 
 
Os maus hábitos alimentares, podem aumentar e desequilibrar os níveis de colesterol , portanto, algumas substituições inteligentes na dieta, protegem o coração e seu corpo contra o colesterol alto. Os alimentos aconselhados são: Carnes magras, peixes, um ovo por semana, legumes verdes, leite magro ou iogurte natual, frutas (podem ser secas ou cozidas, sem açúcar), gorduras poli-insaturadas (óleo de girassol, gérmen de milho e de soja), especiarias como alho, pimenta, cebola, louro, ervas aromáticas, água, café e chás fracos. 
 
Os alimentos que devem ser evitados, são: carnes vermelhas, de porco, de carneiro, frios, camarão, frutos do mar e frituras e geral, tortas, bolos, biscoitos amanteigados ou recheados, bolachas e doces, chocolate, pães e doces prontos, gorduras saturadas (principalmente os queijos prato, provolones, mussarelas), gemas de ovo e alimentos industrializados.
 
A alimentação faz a diferença desde que seja acompanhada por exercícios físicos diários. Então, previna-se do colesterol alto adotando hábitos alimentares saudáveis e praticando atividades físicas.