A relação entre menstruação irregular e infertilidade


A menstruação irregular causa infertilidade e pode indicar outros problemas hormonais.

O ciclo menstrual geralmente dura em torno de 28 dias, contando a partir do primeiro dia da menstruação. Mas isso não é uma regra, existem mulheres com um ciclo menstrual menor ou maior.  Os hormônios que controlam o ciclo são:
  • Estrogênio; 
  • Progesterona;
  • Hormônio responsável pela liberação de gonadatropina;
  • A gonadatropina libera LH e o FSH, sendo o Hormônio Luteinizante e Folículo Estimulante, que também controlam o ciclo menstrual.
A ação desses hormônios da fertilidade da mulher:
 
O hormônio liberador de gonadatropina vai até a hipófise (pequena glândula em forma de localizada abaixo do cérebro) e produz o FSH. O FSH vai até os ovários e estimula o amadurecimento dos óvulos e determina o revestimento interno do útero para que, futuramente, abrigue um óvulo fertilizado. 
 
Quando a mulher tem uma menstruação irregular, que não obedece nenhum ciclo, é muito mais difícil calcular quando se encontra no período fértil. Sendo assim fica mais difícil de engravidar.  Quando isso acontece a mulher pode utilizar os testes de ovulação que vendem em diversas farmácias. 
 
A menstruação irregular não só dificulta a concepção pelo fato da mulher não saber qual o seu período fértil, se trata de um dos principais problemas que causam a infertilidade feminina, pois é um desequilíbrio hormonal. Cerca de 15% dos casos de infertilidade nas mulheres são devido ao desequilíbrio hormonal.  Quando existem atrasos frequentes na menstruação é sinal de que está havendo algum problema nos hormônios sexuais femininos. 
 
A importância de analisar e tratar a menstruação irregular não é só devido a dificuldade de conceber, pois uma alteração frequente no ciclo menstrual pode ser indício de tumores no ovário e miomas no útero.  
 
A infertilidade feminina é tratada de diferentes maneiras, pois o tratamento depende da causa do problema. Além da cirurgia e métodos de reprodução assistida, pode ser recomendado o uso do medicamento Gonal.
 
Carina Xavier