Que Bebida Causa Uma Ressaca Pior?


Veja a relação das bebidas que causam as piores ressacas

Que bebida causa uma ressaca pior?


Acredita-se que a presença de outros álcoois (óleos de fusel) e outros subprodutos da fermentação alcoólica (também chamada de congêneres), exagera muito o surgimento dos sintomas. Isto provavelmente explica a mitigação dos efeitos quando o destilado álcool, particularmente a vodka, é consumido em vez disso. Um estudo de 2009 evidência que licores de cor mais escura, como o Bourbon, causam ressacas piores do que os licores de cor mais leve, como a vodka. A maior quantidade de congêneres encontrado nas águas mais escuras em comparação com os mais leves foi indicada como a causa das ressacas mais agudas. Os estudos que tentam comparar o potencial de produção de ressaca e a severidade de ressaca de diferentes bebidas alcoólicas sugerem a seguinte ordenação (começando com a menor ressaca induzida): (1) destilado de etanol diluído em suco de fruta; (2) cerveja; (3) Vodka; (4) Gin; (5) vinho branco; (6) whisky; (7) rum; (8) vinho tinto; (9) conhaque. O medicamento Engov pode ajudar na prevensão dos sintomas da ressaca.


Em um estudo de 2006, uma média de 14 bebidas padrão (garrafas de 330 ml) de cerveja foi necessária para produzir uma ressaca, em comparação com apenas 7 a 8 bebidas de vinho ou licor. Um congênere potente é o metanol. É formado naturalmente em pequenas quantidades durante a fermentação e pode acidentalmente ser concentrado por técnicas de destilação impróprias. O metabolismo do metanol produz um composto, extremamente tóxico de formaldeído. No entanto, seu metabolismo é suprimido quando o etanol está presente na corrente sanguínea. Isto é pensado como uma das razões para fornecer um mecanismo para ressaca que começa quando o teor de álcool do sangue se aproxima de zero e pode ser "curada" pelo álcool.
 
Henrique Torres