Como tratar e prevenir as hemorroidas?


Fique por dentro de algumas dicas importantes

Essa é uma doença que causa desconforto, se trata da inflamação das veias do reto e ânus. Quando surge o problema, o indivíduo pode sentir sintomas como ardor, dor no local e até sangramento, principalmente no momento de evacuar.


Existem 5 graus do problema e é fundamental que diante de qualquer sintoma um médico seja procurado para o devido tratamento.


Esse problema geralmente está relacionado com a prisão de ventre. O indivíduo apesenta dificuldades para evacuar e o ressecamento agride a região do ânus. Se essa prisão de ventre não for tratada e se esse desconforto nos momentos de evacuar persiste, pode surgir um quadro de hemorroidas.


O ideal para prevenir e até mesmo para tratar este mal é mudar hábitos, principalmente alimentares. Procure consumir alimentos ricos em fibras. As fibras ajudam a regular a flora intestinal, melhoram a circulação sanguínea e eliminam o desconforto do ressecamento. Podem ser encontradas em frutas, verduras, legumes, grãos integrais, nos cereais... Vale lembrar que dentre os cereais existentes, a aveia é um dos mais ricos em fibras.


Beber muita água ao longo do dia é essencial. Vale lembrar que as fibras só farão o seu papel no organismo se houver a presença de líquidos, por isso manter o corpo hidratado é fundamental.


Há algumas alternativas naturais para o tratamento das hemorroidas, mas obviamente que não dispensam o tratamento convencional. 


Uma das alternativas é a aplicação da babosa na região do ânus. A babosa possui ação cicatrizante natural e pode ajudar do tratamento. É importante higienizar delicadamente a região, depois é só passar delicadamente um pedaço da babosa no local. Essa ação ajuda no alívio do ardor que incomoda muito quem sofre do problema. Esse procedimento pode ser repetido quantas vezes o indivíduo sentir a necessidade.


Realizar banhos de assento com o chá de camomila também é indicado. A região deve estar limpa antes da imersão, que pode durar até aproximadamente 10 minutos. A camomila ajuda no alívio da dor e também possui ação anti-inflamatória.

Não se esqueça de que é primordial procurar um médico e de que essas alternativas naturais não substituem o tratamento convencional, podem ser consideradas como “complemento” para o tratamento.

 

Daiana Barasa