Porque os Famosos tendem a Viver Menos?


Veja as hipóteses que poderiam ser vistas como um aviso de saúde para os jovens que aspiram tornarem-se estrelas!

Uma análise de obituários do New York Times que sugere que o custo de alcançar a fama como um artista, ou no esporte, pode ser uma vida mais curta. Os investigadores concluem: "Fama e realização em carreiras relacionadas com o desempenho podem ser obtidos à custa de uma expectativa de vida mais curta. Nessas carreiras, tabagismo e outros comportamentos de risco podem ser tanto causas ou efeitos de sucesso e / ou morte prematura".
 
 
O Co-autor Richard Epstein, diretor de Informática Clínica e Centro de Pesquisa em “The Cancer Centre Kinghorn” em St Vincent, afirma em um comunicado que este é um estudo retrospectivo, e que ele não pode provar nada, no entanto, levanta algumas questões interessantes.
 
 
Por exemplo, se o que o estudo sugere é verdade, que artistas e jogadores dos esportes que alcançam o sucesso e a fama tendem a morrer mais jovem, isso significa que se tornar famoso no início da vida o coloca em um caminho para uma saúde mais precária, mais tarde, quando já não estão no centro das atenções? 
 
 
Ou poderia ser que o estresse psicológico e as pressões familiares que muitas vezes acompanham o sucesso na liderança aos olhos do público levam a um comportamento autodestrutivo que fica com você por toda a vida?
 
 
Ou será, talvez, que o tomador de risco maximize suas chances de sucesso com comportamentos que aumentam o desempenho de curto prazo, com a ajuda de cigarros, álcool e drogas?
 
 
"Qualquer uma destas hipóteses poderia ser vista como um aviso de saúde para os jovens que aspiram tornarem-se estrelas", diz Epstein.
 
 
Em outro estudo publicado há alguns meses no BMJ, os pesquisadores descobriram que medalhistas olímpicos em média vivem 2,8 anos a mais do que a população em geral. Dadas às sugestões do estudo, seria interessante ver em que medida a fama, bem como ser um atleta de medalha, afeta este resultado.
 
Henrique Torres