Por que Acreditamos em Tudo que Ouvimos sobre a Obesidade?


Pesquisadores respondem o porquê é tão comum à aceitação generalizada dos mitos sobre a obesidade e as suas presunções.

Por que Acreditamos em Tudo que Ouvimos sobre a Obesidade?
 
 
Um grupo de pesquisadores liderados por David Allison, médico e reitor adjunto de ciência na escola de saúde pública da Universidade de Alabama em Birmingham (UAB) queria saber o porquê é tão comum a aceitação generalizada dos mitos sobre a obesidade e as suas presunções. Os autores apontam para vários fatores que parecem desempenhar um papel nesse fenômeno.
 
 
Um fator é o que os especialistas chamam de "efeito de mera exposição" - uma idéia frequentemente suficiente de que as pessoas começam a acreditar que uma presunção é verdade se as demais pessoas dizem e acreditam que tal presunção é verdade. Outro fator é que as pessoas acham que algumas idéias são tão desejáveis e boas para elas e por isso elas não querem deixar de acreditar nelas, apesar de provas contra tais ideias. E o outro é o "viés de confirmação" - quando se procura as informações apenas para confirmar uma opinião que já é realizada.
 
 
O Dr. David Allison conclui: "Felizmente, o método científico e o pensamento lógico estão lá para detectar declarações errôneas, viés de contador e aumentar o conhecimento das pessoas para a obesidade. Acreditamos que os cientistas precisam procurar respostas para perguntas usando os projetos experimentais mais fortes. Como uma comunidade científica, é preciso ser honesto com o público sobre o que sabemos e não sei como podemos avaliar estratégias e propostas para a prevenção de perda de peso ou a obesidade".
 
 
A obesidade é um problema que pode levar a outros, como a diabetes, que é controlada por medicamentos como o Victoza.
 
Henrique Torres