Pílula de maconha alivia a dor!


A forma da pílula de maconha proporciona maior alívio da dor do que quando uma pessoa fuma a erva, de acordo com um novo estudo.

 
A forma da pílula de maconha proporciona maior alívio da dor do que quando uma pessoa fuma a erva, de acordo com um novo estudo. O estudo foi conduzido por pesquisadores da Universidade de Columbia em Nova York e foi publicado na revista Neuropsychopharmacology.
 
 
A pílula, conhecida como Dronabinol, contém o ingrediente ativo da maconha - tetrahidrocanabinol (THC) - e já foi aprovado para o tratamento de pacientes que fazem quimioterapia, e que tem AIDS com náuseas e vômitos. Os cientistas disseram: "Estudos recentes têm demonstrado o potencial terapêutico dos canabinóides para tratar a dor, mas nenhum comparou a eficácia analgésica da maconha fumada e tetrahidrocanabinol administrada por via oral."
 
 
O estudo envolveu 30 participantes (15 do sexo masculino e 15 do sexo feminino) que eram fumantes de maconha. Os pesquisadores, liderados por Ziva Cooper e Margaret Haney, e comparou a resposta à dor diária dos sujeitos. Os voluntários foram convidados ou a fumar maconha, tomar Dronabinol oral, ou um placebo.
 
 
Em seguida, participaram de um experimento chamado de "cold pressor test", onde a mão era imersa em um banho de água muito fria (4 graus celsius) por até dois minutos. Quanto tempo levou para relatar dor (sensibilidade à dor) e remover a mão da água (tolerância à dor) foram documentados.
 
 
Os resultados mostraram que, em comparação com o placebo, maconha e Dronabinol:
 
 
1. Baixou as avaliações subjetivas de dor;
2. Reduziu a Sensibilidade à dor;
3. Aumentou a tolerância à dor.
 
 
Um estudo passado descobriu que para pacientes com dor neuropática crônica, fumar maconha reduzia seus sintomas de dor, melhorava o humor e os ajudava a dormir. No entanto, os especialistas do estudo constataram que a droga Dronabinol proporciona um efeito mais duradouro na sensibilidade à dor e foi menos susceptível aos resultados de abuso associados à maconha.
 
 
Eles explicaram: "A magnitude do pico de mudança na sensibilidade à dor e na tolerância não diferiu entre a maconha e o dronabinol”. Um estudo anterior demonstrou que um comprimido oral de THC tendia a tornar a experiência de dor mais suportável, em vez de diminuir, na verdade, a intensidade da dor. Os autores apontam que o relatório apenas observou as pessoas que já haviam fumado maconha em uma base diária. Portanto, os efeitos do Dronabinol em não fumantes ainda não são conhecidos.
 
Henrique Torres