Passar horas em frente à TV aumenta risco de doenças


Pessoas que passam muitas horas em frente à televisão estão expostas a um risco maior de ter diabetes e problemas cardíacos

Uma pesquisa da Faculdade de Saúde Pública de Harvard, nos Estados Unidos, mostra que passar mais de três horas por dia em frente à televisão aumenta as chances de morte prematura. E a cada duas horas a mais de TV por dia, o risco de desenvolver diabetes 2, doenças cardiovasculares e morte precoce aumentam, respectivamente, 20%, 15% e 13%.

O problema de assistir TV por muitas horas traz um risco sério, que é o de deixar de se exercitar. Muitas pessoas também não comem de maneira saudável em frente à TV, e é exatamente essa combinação de sedentarismo, obesidade e má alimentação que facilita o aparecimento de doenças cardíacas e diabetes tipo 2.

Em 2007, um estudo já apontava a televisão como responsável pelo aumento da pressão arterial em crianças obesas. Já outro levantamento realizado no mesmo ano indicou que as crianças com sobrepeso que assistiam às propagandas de TV ao mesmo tempo em que comiam acabavam por ingerir o dobro de alimentos em comparação às que se alimentavam longe da TV. Nesse último estudo foi inclusive estabelecida uma relação entre tempo gasto em frente à TV e o diabetes tipo 2.

Com base nesses estudos, os pesquisadores concluíram seria possível prevenir milhares de novos casos de diabetes, doenças cardiovasculares e mortes prematuras todos os anos se as pessoas passassem simplesmente a assistir menos TV e fossem caminhar ou fazer atividades domésticas, por exemplo. O fato é que os indivíduos que assistem TV por muitas horas consecutivas acabam negligenciando a boa alimentação, optando por uma dieta pouco saudável e adotando um comportamento sedentário, colocando assim sua própria saúde em risco.

Por: AgComunicado