Pacientes com Asma tem 60% mais chances de ter Doença Celíaca


Médico sueco investiga associação entre Asma e Doença Celíaca

Segundo pesquisa publicada no “Journal off Allergy and Clinical Immunology”, pacientes asmáticos correm risco maior de receber o diagnóstico de Doença Celíaca.

A Doença Celíaca é uma intolerância permanente ao glúten, proteína encontrada no trigo, e ataca principalmente o intestino delgado. O tratamento para essa doença é simples: uma dieta completamente isenta de glútens. Só em casos mais graves, onde já há um comprometimento do intestino, o paciente irá precisar de  medicamentos especiais.

Já a Asma é uma doença inflamatória das vias aéreas que causa sensação de falta de ar. O diagnóstico é principalmente clínico e os sintomas aparecem de forma cíclica, com período de piora. A asma não pode ser prevenida, mas as crises podem ser controladas por meio de medicamentos especiais a base de corticoides em inaladores, comprimidos ou xaropes.

O médico Jonas Ludivgsson, do instituto Karolinska na Suécia, comparou mais de 28 mil suecos com o problema e mais de 140 mil pessoas saudáveis, para investigar uma associação entre as duas doenças. Ele afirma que o estudo mostra apenas uma associação entre as duas doenças e que uma independe da outra.

A asma é responsável no Brasil como a terceira causa de internamentos dentro do Sistema Único de Saúde. Em 2007 foram registradas 273.205 internações por asma no país, o que equivale a 2,41% das internações totais.

Classificação da intensidade da asma: (Global Initiative for Asthma, 2004)

A asma pode ser classificada como intermitente ou persistente. Dentro dos quadros persistentes há diferentes níveis de intensidade: leve, moderada ou grave. A classificação se dá de acordo com a presença dos sintomas, o quanto interferem no cotidiano do asmático e o comprometimento de sua função pulmonar. 

fonte: Agência Comunicado