Ouvir música ajuda a melhorar saúde cardíaca


Associar a audição de música à prática de exercícios físicos, pode reduzir o risco de doença arterial coronariana.

 
Uma pesquisa realizada em Amsterdã constatou que pacientes que escutam música se recuperam melhor de doenças cardíacas como a doença arterial coronariana. 
 
Desde que a música seja acompanhada por uma série de exercícios físicos, pois as atividades físicas melhoram a função das células endoteliais, que por sua vez, são responsáveis por cobrir o interior dos vasos sanguíneos e criar novas veias para recuperar as danificadas. 
 
De acordo com a autora do estudo, Marina Deljanin Ilic: "O treinamento físico tem sido usado para melhorar a função endotelial, e é a pedra fundamental de um programa multifacetado de reabilitação cardiovascular”, por isso muitos especialistas recomendam a prática regular de exercícios físicos a pacientes que já tenham passado por doenças coronarianas.
 
No estudo, foram avaliados os efeitos da música na recuperação de 74 pacientes com doença arterial coronariana (que pode ser tratada com o medicamento Sinvastatina). O levantamento dos resultados foi realizado na medição do nível de sangue, que os marcadores de cada paciente indicavam quanto à ação das células endoteliais e na recuperação dos vasos sanguíneos.
 
Divididos em grupos, os pacientes foram submetidos a realizar um tratamento que envolvia a audição de suas músicas preferidas durante 30 minutos por dia, outros tiveram de realizar um treinamento físico e aeróbico e o último grupo, foi submetido ao tratamento que associava a audição de músicas aos exercícios físicos. 
 
Após três semanas de experimento, os pesquisadores perceberam que os voluntários que obtiveram melhores resultados e que apresentaram uma taxa de função endotelial significativa, foram aqueles que combinaram os exercícios físicos à audição de músicas.
 
"Os benefícios da música para a saúde vascular podem ter acontecido por causa das endorfinas liberadas pelo cérebro quando ouvimos as músicas que gostamos”, diz Marina Deljanin Ilic.
 
Este estudo reforçou que a música pode ser usada em conjunto com as atividades físicas e podem não só melhorar o desempenho nos exercícios, como melhorar as funções do organismo e auxiliar na recuperação de pacientes com doenças coronarianas.