Os Tratamentos da Obesidade


Veja quais são os tratamentos disponíveis para a obesidade.

Os Tratamentos da Obesidade

O principal tratamento para a obesidade consiste em fazer dieta e exercício físico. Programas de dieta podem produzir perda de peso em curto prazo, mas manter essa perda de peso é freqüentemente difícil e muitas vezes requer fazer exercício e manter uma dieta de baixa energia alimentar permanentemente, como parte do estilo de vida de uma pessoa. As taxas de sucesso em longo prazo de manutenção da perda de peso com mudanças de estilo de vida são baixas, variando entre 2-20%. Dietética e mudanças de estilo de vida são eficazes para limitar o ganho excessivo de peso na gravidez e melhorar os resultados, tanto para a mãe como para a criança.


Um medicamento, o orlistat (Xenical), é atualmente amplamente disponível e aprovad para uso em longo prazo. A perda de peso, porém, é modesta, com uma média de 2,9 kg (6,4 lb) de 1 a 4 anos e há pouca informação sobre como estas drogas afetam as complicações em longo prazo da obesidade. Seu uso está associado com altas taxas de efeitos colaterais gastrointestinais e foram levantadas questões sobre os efeitos negativos sobre os rins. Dois outros medicamentos também estão disponíveis. Lorcaserin (Belviq) resulta em uma média de perda de peso de 3,1 kg (3% da massa corporal) superior à do placebo em mais de um ano. Uma combinação de fentermina e topiramato (Qsymia) também é bastante eficaz.


O tratamento mais eficaz para a obesidade é a cirurgia bariátrica. Cirurgia para obesidade grave está associada em longo prazo a perda de peso e diminuição da mortalidade geral. Um estudo revelou uma perda de peso entre 14% e 25% (dependendo do tipo de procedimento realizado) aos 10 anos, e uma redução de 29% em todas as causas de mortalidade em comparação com as medidas de perda de padrão de peso. No entanto, devido à seu custo e ao risco de complicações, os pesquisadores estão procurando por outros tratamentos eficazes ainda menos invasivos.

Henrique Torres