Os Tratamentos com Medicamentos da Bulimia


Saiba quais são os medicamentos capazes de tratar a bulimia.

O tratamento farmacológico da Bulimia


Alguns pesquisadores levantaram a hipótese de uma relação com transtornos de humor e os ensaios clínicos foram conduzidos com antidepressivos tricíclicos, inibidores da MAO, mianserina, fluoxetina, de carbonato de lítio, nomifensina, trazodona e bupropiona.


Grupos de pesquisa que viram uma relação com transtornos convulsivos têm tentado tratamento com fenitoína, carbamazepina e ácido valpróico. Antagonistas de opiáceos naloxona e naltrexona, que bloqueiam ânsias para jogos de azar, também têm sido utilizados.


Houve também alguma pesquisa sobre bulimia nervosa caracterizada como um transtorno, e o uso clínico limitado de topiramato, que bloqueia os desejos de opiáceos, cocaína, álcool e alimentos foi estudado.


Há taxas mais elevadas de transtornos alimentares em grupos envolvidos em atividades que idealizam um físico esbelto, como a dança, modelagem, ginástica de torcida, corrida, natação, remo, mergulho e patinação artística. A bulimia é considerada como sendo mais prevalente entre os caucasianos. No entanto, um estudo mais recente mostrou que americanos afrodescendentes adolescentes eram 50 por cento mais propensos do que as brancas a apresentar um comportamento bulímico, incluindo tanto a compulsão como a purgação, método que visa emagrecer.
 

Alguns pesquisadores também afirmaram os resultados positivos no tratamento de hipnoterapia. O modelo dos Doze Passos, usado para dependentes químicos, foi aplicado a pacientes com bulimia com bons resultados. Pesquisadores da Ohio State University, em um estudo preliminar, incorporaram o modelo dos 12 passos em seu tratamento de mulheres com bulimia em uma unidade de internação. Eles relataram resultados positivos.
 
Henrique Torres