Os Tipos de Neuropatia


Conheça os tipos de neuropatia.

Como é classificada a neuropatia?

A neuropatia periférica pode ser classificada nas seguintes categorias:

1.    Mononeuropatia - participação de um único nervo. Exemplos incluem a síndrome do túnel do carpo, paralisia do nervo ulnar, paralisia do nervo radial e paralisia do nervo da fíbula.
2.    Mononeuropatia múltipla - dois ou mais nervos são afetados individualmente.
3.    Polineuropatia - generalizado envolvimento de nervos periféricos. Os exemplos incluem neuropatia diabética e síndrome de Guillain-Barré.
A neuropatia também pode ser classificada com base em uma classificação funcional (motor, sensorial, autonômica ou mista) ou o tipo de início (agudo - horas ou dias, subagudos - semanas ou meses, ou crônica - meses ou anos). A forma mais comum de neuropatia é polineuropatia periférica (simétrica), que afeta principalmente os pés e as pernas em ambos os lados do corpo.

Quem pode ter a neuropatia?

Fatores de risco para neuropatia periférica incluem várias condições e comportamentos. Pessoas com diabetes (doença que pode ser controlada com medicamentos como o Victoza) que são mal controladas e com os níveis de açúcar no sangue alto são muito propensos a sofrer de alguma neuropatia. Doenças autoimunes, como Lúpus e artrite reumatoide também aumentam a chance de desenvolver uma neuropatia. Pessoas que receberam transplantes de órgãos, e outras que tiveram algum tipo de supressão do sistema imunológico têm um risco maior de neuropatia. Além disso, aqueles que abusam do álcool ou têm deficiências de vitaminas (principalmente vitamina B) possuem um risco maior de ter neuropatia. A neuropatia é também mais provável de ocorrer em pessoas com distúrbios nos rins, fígado ou tiroide.
 
Henrique Torres