Os Remédios Genéricos no Tratamento da Aids


Veja como os remédios genéricos para a Aids podem não ser eficazes

Os Remédios Genéricos no Tratamento da Aids
 
 
Medicamentos genéricos são cópias menos caras dos medicamentos de marca. Eles geralmente funcionam da mesma maneira e contêm as mesmas substâncias ativas como a versão de marca, embora alguns tenham pequenas diferenças.  Medicamentos genéricos são geralmente mais baratos porque há menos custos de investigação e desenvolvimento. Eles ainda exigem segurança vigorosa e controles regulamentares.
 
 
“A introdução de medicamentos genéricos seria um caminho para o serviço de saúde dos Estados Unidos reduzir as despesas, mas isso não deve ser à custa da saúde do paciente", disse o Dr. Jason Warriner do Terrence Higgins Trust. Porém, qualquer aumento no uso de remédios para o tratamento do HIV que sejam mais baratos, sem marca, poderia causar aos pacientes uma falha no tratamento, alguns médicos alertam. Para os pacientes que tomam seus medicamentos bem e que aderem ao regime médico, a opção genérica seria um pouco mais complexa, mas poderia ser tão eficaz quanto o regime padrão. Mas quem perde uma dose enfrenta o insucesso do tratamento.
 
 
Jason Warriner, da Terrence Higgins Trust, uma instituição de caridade do Reino Unido para HIV, disse: "saudamos esta pesquisa, que não poderia ser mais oportuna. Com a saúde pública sobre pressão financeira sem precedentes, a propagação da epidemia daé um desafio não só para a saúde pública, mas para os cofres públicos. A introdução de medicamentos genéricos seria um caminho para o serviço de saúde reduzir despesas, mas isso não deve ser à custa da saúde do paciente. Qualquer coisa que compromete a eficácia de medicamentos anti-HIV, ou faz as pessoas menos susceptíveis de furar os tratamentos, seria uma falsa economia". 
 
"Medicamentos eficazes não só mantem os que vivem com o vírus, eles também ajudam a reduzir novas infecções, concluiu ele".
 
 
Henrique Torres