Os Prejuízos da Maconha para a Saúde


Veja aqui como o uso de maconha atinge a saúde dos usuários.

"Quando as pessoas podem ir a uma 'loja' ou a um 'café' e comprar a maconha, isso cria a percepção de que o uso é seguro" disse a Dra. A. Eden Evins, diretora do centro de medicina do vício no Hospital Geral de Massachusetts em Boston. "Antes de nós liberarmos a maconha nos mercados, para atrair as pessoas para usar esta substância viciante, precisamos entender melhor o que está em risco. Uma vez que interesses financeiros estão envolvidos, essa tendência será difícil de reverter" ela acrescentou.
 

Os mais perturbadores novos estudos sobre o uso da maconha precoce por adolescentes mostraram que adultos jovens, que começaram a fumar maconha regularmente antes dos 16 anos, realizaram testes cognitivos das funções cerebrais significativamente piores do que aqueles que começaram a fumar mais tarde na adolescência. Eles tiveram resultados particularmente ruins em testes de avaliação de função executiva, que é responsável pelo planejamento e pensamento abstrato, bem como nos testes de regras de compreensão e nos testes para inibir respostas inadequadas. Também encontraram diferenças detectáveis em como seus cérebros trabalharam nos exames de imagem, disse Staci Gruber, o autor destes estudos e o diretor do núcleo cognitivo e da clínica de neuroimagem no McLean Hospital localizado em Boston. Foram encontradas alterações no trato da matéria branca do córtex frontal do cérebro no início dos acionadores de partida dos exames de imagem que estão associados com a impulsividade.
 

"O córtex frontal é a última parte do cérebro para ficar online e é o mais importante" disse o Dr. Gruber. "A exposição precoce à maconha talvez altere a trajetória do desenvolvimento do cérebro, assim como a capacidade de realizar tarefas complexas e funções executivas também pode ficar comprometidas".
 
Henrique Torres