Os cuidados com a alimentação do bebê


Opte por alimentos saudáveis e inove na preparação das papinhas.

A alegria de muitas mamães é o momento em que o bebê já pode comer papinhas. Existem muitas opções industrializadas, que podem ser utilizadas sim, em casos emergenciais, mas não podem substituir as versões caseiras em nutrientes e sabor, desta forma, elaboramos uma matéria que descreve quais os alimentos que devem ser explorados e por quê.
 
Desde pequenos, é importante que haja equilíbrio na dieta, os alimentos devem ser combinados de acordo com o grupo a que pertencem.

Quais grupos são esses?
A partir dos 6 meses ou um pouco menos que isso, as mamães já são orientadas a dar ao bebê alimentos que o ajudem a deglutir os alimentos. Os alimentos indicados para a primeira fase da vida se dividem em grupos que são: energéticos; reguladores e protéicos.
 
Dentre os alimentos energéticos, os indicados para a alimentação do bebe são: legumes brancos e vegetais: a batata, a mandioca, a batata doce etc., lembrando que são alimentos pertencentes ao grupo dos carboidratos e portanto se transformam em glicose, que confere energia ao organismo.
 
Os alimentos reguladores que podem ser utilizados são aqueles que tornam a comida do bebê mais atraente aos olhos, são as verduras, folhas, legumes etc., que dão “cor” ao alimento, alimentos como: cenoura, couve, espinafre, beterraba, escarola etc.
 
Dentre os alimentos protéicos podem ser usados o feijão e a carne.

Desta forma é sempre importante que a mamãe reúna pelo menos um alimento de cada grupo e prepare a papinha de maneira que o bebê possa sentir a diferença de sabores.
 
A preparação da papinha pode ser feita da seguinte maneira: cozida no vapor ou refogada com pouca água. Amassar os alimentos com a ajuda de um garfo, misturar e vagarosamente introduzir alguns temperos naturais como uma pitada de salsa picadinha ou cebolinha e muito sutilmente acrescentar o sal.
 
Os bebês naturalmente preferem o sabor doce ao salgado, dificilmente demonstram resistência com uma papinha de frutas, por isso o ideal seria acostumar o bebê a experimentar a papinha salgada e somente depois introduzir a doce.
 
É importante sempre inovar nos sabores, usar ingredientes frescos e optar por temperos naturais com moderação (ervas, cebola, alho etc.). Amasse os alimentos ao invés de bater no liquidificador.
 
É sempre importante insistir com os alimentos, os bebês podem vir a recusar aquilo que é novo, mas não desista. O bebê pode comer as papinhas industrializadas, mas não podem ser habituados, é importante que haja educação alimentar desde cedo.
 
Daiana Barasa