Os Acidentes de Moto Ligados a Idade dos Motoristas


Um novo estudo americano mostra que ootociclistas mais velhossão três vezes mais propensos a ser gravemente feridos em um acidente de moto

Entre os anos de 2001 e 2008, houve um aumento nas taxas de lesões para todos os grupos. No entanto, aqueles com idade entre 60 anos e mais velhos, experimentaram o maior aumento da taxa de lesão - 247%. Motociclistas com idades entre 60 anos e mais velhos também eram 3 vezes mais propensos a precisar de cuidados hospitalares após um acidente de moto, como aqueles em seus 20 anos e 30 anos.

 

 

Os autores disseram: “Motociclistas mais velhos e meio envelhecidos também eram significativamente mais propensos a ser gravemente feridos do que os jovens motociclistas, com motociclistas mais velhos 2,5 vezes mais prováveis a sustentar as lesões graves e motociclistas em idade média 66% mais propensos a fazê-lo”.

 

 

A gravidade dos ferimentos foi ligada às taxas maiores de hospitalização, de acordo com a equipe. Adultos mais velhos tiveram uma maior chance de ser levados para um hospital para receber cuidados para lesões graves e menos graves. As lesões mais frequentes foram luxações e fraturas, para todos os 3 grupos. No entanto, os especialistas descobriram que motociclistas com anos a mais tinham notavelmente maior chance de sustentar estes tipos de lesões do que o grupo etário mais jovem, especialmente em torno do peito e a caixa torácica.

 

 

Os investigadores adicionam: "Eles também eram significativamente mais propensos a ter sofrido lesões do órgão interno, com o cérebro o local mais comum. Isso é preocupante, dado que a cabeça e lesões de tórax são associadas com a menor taxa de sobrevivência entre motociclistas. A maior gravidade das lesões entre adultos mais velhos pode ser devido as alterações fisiológicas que ocorrem como as idades no corpo", explicaram.

Henrique Torres