Obesidade Provoca Deficiência de Vitamina D


A constatação revela a importância do monitoramento e medição dos níveis de vitamina D entre aqueles que são obesos.

Obesidade Provoca Deficiência de Vitamina D
 
 
A obesidade pode causar deficiência de vitamina D, de acordo com um estudo publicado em uma edição recente do PLoS Medicine.  O estudo, conduzido por pesquisadores em colaboração da D-CarDia, é o primeiro a associar um índice de massa corporal (IMC) alto com baixos níveis de vitamina D. As implicações da constatação são significativas, que sugere como a obesidade aumenta no mundo e causa a deficiência de vitamina D, que pode representar uma gama de graves problemas de saúde.
 
 
Mais de 42.000 pessoas de 21 países participaram do estudo. Os pesquisadores tentaram identificar quaisquer variações genéticas que poderiam estar envolvidas com índice de massa corporal (IMC) e vitamina D para garantir que não houvesse nenhum outro fator que pudesse influenciar os resultados da pesquisa.
Eles descobriram que a associação entre o índice de massa corporal (IMC) elevado e deficiência da vitamina D foi consistente entre todos os diferentes grupos demográficos. Por cada 10% de aumento no IMC surgem uma queda de 4,2% em contagens de vitamina D. A vitamina D parece não ter nenhum link para o índice de massa corporal (IMC) indicando que a associação entre os dois é mais provável do que a vitamina D diminuir o efeito causado por um índice de massa corporal (IMC) elevado. 
 
 
Os autores disseram: "Demonstramos que a associação entre o índice de massa corporal (IMC) e menores concentrações de vitamina D em populações pode ser vista em diferentes faixas etárias e em homens e mulheres. Também mostramos que o índice de massa corporal (IMC) superior leva a menor status da vitamina D, fornecendo a evidência para o papel da obesidade como fator de risco causal para o desenvolvimento de deficiência de vitamina D".
 
 
A constatação revela a importância do monitoramento e medição dos níveis de vitamina D entre aqueles que são obesos. A vitamina D é essencial para a saúde óssea, bem como a prevenção de câncer, diabetes (que pode ser tratada por medicamentos como o Victoza) e hipertensão arterial. 
 
 
Os autores concluíram: "Em conjunto com os aumentos sugeridos em requisitos de vitamina D em indivíduos obesos, nosso estudo destaca a importância do acompanhamento e tratamento de deficiência de vitamina D como um meio de aliviar as influências negativas de adiposidade excessiva na saúde. Nossos resultados sugerem que intervenções para reduzir a obesidade na população deveriam levar a uma redução da prevalência de deficiência de vitamina D".
 
Henrique Torres