O que causa o zumbido no ouvido?


Problema não afeta apenas idosos

O problema do zumbido no ouvido, antigamente bem mais frequente em pessoas mais velhas, hoje é  uma questão que tem intrigado os otorrinolaringologistas. Jovens tem reclamado do problema. Uma causa possível seria o uso demasiado de aparelhos sonoros, sobrecarregando a audição com decibéis acima do recomendado, por tempo prolongado. Alguns especialistas chegam a apontar o consumo de doces e cafeína, o estresse ou até mesmo a utilização do telefone celular. Outros suspeitam da poluição sonora das grandes cidades. 

Algumas pesquisas conduzidas recentemente mostram que a incidência dos zumbidos (barulhos constantes, que podem parecer um apito, uma cigarra, ou um chiado) tem crescido em meio à população.

Por falta de informação, muitas pessoas acreditam que a única solução é conviver com o problema.  De fato, muitos médicos não dão atenção à questão e acham que é isso mesmo, que é melhor ignorar. Caso o problema vá embora, o que não é incomum, essa estratégia pode ser correta. Mas  aqueles que convivem há muito tempo com o problema não concordam e precisam de orientações. 
 
O primeiro passo é identificar a causa: trata-se de uma degeneração das células auditivas causada pelo processo natural de envelhecimento? Haveria uma constante exposição à poluição sonora, que acaba lesando as células do ouvido? O colesterol anda levado, a pessoa tem diabetes, hipotireoidismo, estresse e maus hábitos alimentares? 
 
As células auditivas são muito sensíveis e facilmente danificadas por problemas metabólicos ou vasculares. Por isso o paciente precisa corrigir a alimentação e regularizar os níveis de glicose e gordura no sangue para que o sintoma desapareça. 
 
Disfunção na ATM – Há casos em que um certo zumbido ocorre por conta de disfunção na articulação temporomandibular. O tratamento mais comum é a utilização de uma “plaquinha” dentária feita pelo dentista especializado, o bucomaxilo. Há quem faça fisioterapia, aplicações de ultrassom e até laser. O importante é procurar um médico especializado. Quem sofre de fibromialgia pode de vez em quando ter dores na face e na articulação da mandíbula, especialmente em dias mais frios. O tratamento deve ser feito junto aos reumatologistas que atendem fibromiálgicos (há reumatologistas que tratam fibromialgia e outros que não tratam por acreditarem que a fibromialgia é um transtorno do humor, tendo assim que ser tratada por um psiquiatra). Mas quem tem fibromialgia se beneficia bastante do tratamento prescrito por um reumatologista que o atenda.

O uso frequente de celular como causa de zumbido é controverso, pois em geral quem usa muito o celular é estressado e fica difícil separar as causas. De qualquer forma, para isolar a causa do zumbido, pode ser interessante usar o viva-voz para verificar se o problema melhora. 

 

Autor:  Agência Comunicado

Fonte:  O Estado de S. Paulo