O papel da formação de muco!


Em tempos de febre, o corpo aumenta o muco para apanhar bactérias e aumentar a acividade de fagos, de modo a reduzir os organismos infecciosos.

 
 
Superfícies mucosas são os pontos de entrada principal do corpo por microrganismos patogênicos. Até recentemente, a maioria dos cientistas viam o muco simplesmente como uma barreira física que ajuda a prevenir contra a invasão de organismos infecciosos. Pensou-se também que o muco desempenha um papel de lubrificação entre os tecidos. 
 
 
No entanto, as últimas pesquisas mostram que o muco parece ser a casa principal de organismos únicos chamados bacteriófagos. Bacteriófagos, que também são chamados de "fago", são vírus que infectam e se replicam nas bactérias. Eles alvejam seletivamente micróbios antagônicos e, assim, melhoram a saúde do hospedeiro. Onde quer que bactérias e outros microrganismos residem você também vai encontrar fagos.
 
 
Pesquisadores descobriram evidências de que os fagos são parceiros com animais hospedeiros e humanos para matar colônias bacterianas indesejáveis e controlar a composição dos microrganismos amigáveis no corpo. Isto reduz os organismos infecciosos e melhora o sistema imunológico.
 
 
Em tempos de febre, o corpo aumenta o muco para apanhar bactérias e aumentar a acividade de fagos, de modo a reduzir os organismos infecciosos. Isto é uma resposta inteligente pelo organismo para prevenir a infecção crônica e o desenvolvimento da doença. Confie no corpo e confie em seus sintomas!
 
 
Quando é uma febre perigosa?
 
 
Você deve sempre consultar o seu médico quando a febre passar mais de 103 graus ou durar mais do que quatro dias. Se a febre provoca enorme desconforto, dificuldade para respirar ou convulsões, a qualquer momento, seria uma indicação para ir para a sala de emergência. A maioria das pessoas tenta suprimir a febre imediatamente ao usar antitérmicos, ou substâncias que reduzem a temperatura. Estes incluem antipiréticos, paracetamol e ibuprofeno. Estes diminuem rapidamente a temperatura, mas também silenciam o corpo e impedem o desenvolvimento do sistema imunitário. 
 
 
Deve-se beber toneladas de água limpa e usar eletrólitos como limão espremido. Isto irá apoiar o corpo, pois utiliza-se fluidos e eletrólitos rapidamente em um esforço para livrar-se dos organismos infecciosos. Se a temperatura aumentar até mais de 104 graus, um banho de gelo pode ajudar a trazer a temperatura um pouco mais baixo, de modo a não causar danos a qualquer um dos órgãos vitais.
 
Henrique Torres