O inverno e as comidinhas típicas


Comer mais nessa época do ano é normal, o que exige cautela para não cair nos excessos.

 Nas épocas frias de inverno, a vontade é de ficar embaixo das cobertas, assistindo a um bom filme e, quase sempre, petiscando coisinhas gostosas e engordativas. Nesse período do ano, a tendência é a de comer mais e reduzir a atividade física. Ao final da estação, começa a corrida pelas dietas para detonar os quilos extras, conforme o verão vai se aproximando. Para evitar esse efeito sanfona, devemos dar atenção à alimentação balanceada ao longo de todo o ano.
 
As sopas são campeãs na escolha do cardápio de inverno. Bem preparadas, se tornam muito mais  que uma refeição quentinha que dá aquela sensação de conforto e bem-estar. Podem fornecer boa parte dos nutrientes de que o corpo precisa para manter o pique no inverno.
 
O ideal é adicionar diversos legumes à sopa e alguns pedacinhos de carne magra, e evitar os temperos prontos que contém alto teor de sódio, ou linguiças gordurosas que podem agravar doenças cardiovasculares. É inevitável que alguns vegetais sofram reduções em seu valor nutritivo quando adicionados à água fervente da sopa. Para tirar o máximo de proveito dos alimentos, a dica é cortá-los em pedaços maiores. 
 
Sopas nutritivas são aquelas que contém itens de todos os grupos alimentares: carboidratos, como batata ou macarrão; proteínas magras, como peito de frango, de peru ou carne vermelha menos  gordurosa; verduras e legumes, como brócolis, cenoura, chuchu, couve, couve flor; além de ervilhas, lentilhas e temperos. Vale incluir salsinha, salsão, alho poró, cúrcuma (com um toque de pimenta ou curry, pois a cúrcuma só é absorvida dessa forma). Não é bom exagerar no sal – principalmente se quem for consumir fizer acompanhamento médico e uso de medicamentos para controlar a pressão alta.
 
Outra pedida comum de inverno são os fondues, doces ou salgados. São deliciosos! No entanto, é necessário ter cautela no consumo dessas gostosuras porque são bem calóricos.
 
Como opção doce de fondue, é possível optar por misturar ao chocolate amargo derretido (com 70% ou mais de cacau, rico em antioxidantes) frutas como morango, melão, maçã, banana e pera. Já a versão salgada pede queijos tipo emmental e gruyère derretidos, acompanhados de pão italiano ou carne. Moderação é a palavra chave!
 
Por: AgComunicado