O Eczema e as Crianças


Veja como as crianças podem ser afetadas pelo eczema!

O Eczema e as Crianças
 
 
As crianças que possuem a doença chamada eczema têm um conjunto mais diversificado de bactérias em seu intestino do que as crianças que não têm a condição. A conclusão veio de uma nova pesquisa conduzida por uma equipe de especialistas da Universidade de Turku, na Finlândia e foi publicada na revista BioMed Central de acesso aberto BMC Microbiology.
 
 
Os cientistas descobriram que os tipos de bactérias existentes nos intestinos das crianças com eczema foram mais típicos de micróbios existentes no intestino de adultos do que para crianças sem eczema. O eczema é descrito como uma inflamação persistente da epiderme; ele também pode ser referido como dermatite atópica, ou eczema atópico (a forma mais comum de eczema). Um estudo recente descobriu que as crianças são mais susceptíveis de desenvolver eczema, se comerem fast food por três ou mais vezes por semana. As pessoas afetadas pela condição podem desenvolver coceira, vermelhidão, rachadura na pele e pele seca. Algumas pesquisas anteriores demonstraram que dar banhos de praia regularmente nas crianças com eczema crônico e severo ajuda a reduzir a severidade da doença.
 
 
Para fins de estudo, a equipe de pesquisadores observou crianças com eczema e aquelas crianças sem eczema quando tinham de 6 a 18 meses de idade. Os peritos queriam comparar suas bactérias no intestino. Os resultados mostraram que todas as crianças tinham os mesmos tipos de bactérias em seis meses. No entanto, aos 18 meses, as crianças com eczema tinham mais de um tipo de bactéria, conhecida como Clostridium clusters IV e XIV, que geralmente está ligada aos adultos. As crianças que não foram afetadas pelo eczema tinham maiores quantidades de Bacteroidetes.
 
 
Lotta Nylund, da Universidade de Turku, na Finlândia, explicou: "A composição de bactérias no intestino de uma criança depende de seu ambiente e da comida que ela come. Seria de esperar que, como a dieta de uma criança muda assim também mudam as bactérias presentes. No entanto é a mudança precoce para o tipo adulto de bactérias que parece ser um fator de risco para o eczema".
 
Henrique Torres