O Diagnóstico da Tendinite


Veja como é realizado o diagnóstico da tendinite.

Diagnóstico da tendinite

 

Depois de revisar sua história médica, incluindo quaisquer lesões comuns anteriores, seu médico pedirá que você responda a perguntas específicas sobre sua dor:

 

  • O que faz você sentir a sua dor?
  • Onde está localizada a sua dor? Ela está limitada a uma área ou espalha-se longe da articulação e envolve uma área mais ampla em seu braço, perna ou mão?
  • Tem formigamento, dormência ou fraqueza?
  • Quando começou a sua dor? Ela começou após um aumento repentino em suas atividades de trabalho ou exercício? Podem ser relacionadas a qualquer novo esporte ou exercício que você tentou recentemente?
  • O que faz ela passar, e o que a torna pior?
  • A dor desaparece quando você descansar a área, ou é presente mesmo em repouso?
  • Você teve relações sexuais desprotegidas?

 

 

Algumas pessoas podem precisar de exames de sangue para procurar outras causas de inflamação em torno das articulações, tais como a gota ou artrite reumatoide. Raios-x também podem ser tomados para confirmar que não há nenhuma fratura, luxação ou osso quebrado. Em pessoas com tendinite de Aquiles ou tendinite do manguito rotador, ultrassom ou ressonância magnética pode ser usado para ajudar a avaliar a extensão do dano de tendão.


 

Dependendo da localização e da severidade da tendinite, os sintomas podem durar por alguns dias ou várias semanas. Se houver uso excessivo contínuo ou agravamento do local lesionado, a dor pode piorar e persistir por vários meses.

 

Com o tratamento adequado, o tendão afetado geralmente se recupera completamente. No entanto, reabilitação incompleta ou regresso apressado à atividade pode retardar o processo de cura ou levar ao ressurgimento da lesão.

Henrique Torres