O Diagnóstico de Bulimia


Entenda como é realizado o diagnóstico da bulimia nervosa.

Diagnóstico de Bulimia


O início da bulimia nervosa é geralmente durante a adolescência, entre os 13 e os 20 anos de idade, e em muitos casos a pessoas que passa a sofrer de bulimia já sofreu com a obesidade. Eles imaginam que a autoindução do vômito leva a emagrecer por não completar a absorção dos alimentos. Muitas pessoas sofrem uma recaída na idade adulta em episódica compulsão e purgação mesmo após o tratamento inicialmente bem sucedido e sua remissão. A bulimia nervosa pode afetar até 1% dos jovens, sendo que depois de 10 anos de diagnóstico, a metade vai se recuperar totalmente, enquanto um terço vai se recuperar parcialmente, e de 10 a 20% ainda terão sintomas.


Adolescentes com bulimia nervosa são mais propensos a se autoimporem um perfeccionismo exagerado e questões de compulsividade de comer em comparação com os seus pares. Isto significa que as expectativas e metas irrealistas que estes indivíduos estabeleceram para si próprios são internamente motivadas por pontos de vista sociais ou expectativas de outras pessoas ou da sociedade como um todo.


A bulimia nervosa pode ser difícil de detectar, em comparação com a anorexia nervosa, porque as pessoas com bulimia tendem a estar dentro da média de peso ou estarem ligeiramente acima ou abaixo do peso médio. Muitas pessoas com bulimia também podem se engajar em padrões significativamente exagerados de exercício e transtornos alimentares sem cumprir todos os critérios de diagnóstico para bulimia nervosa. Os critérios de diagnóstico utilizados pelo Manual de Diagnóstico e Estatística de Transtornos Mentais (DSM-IV-TR), publicado pela American Psychiatric Association inclui episódios repetidos de compulsão alimentar (um episódio discreto de excessos durante o qual o indivíduo se sente fora de controle de consumo) compensada por medidas excessivas ou inadequadas tomadas para evitar o ganho de peso. O diagnóstico é feito apenas quando o comportamento não é uma parte do complexo de sintomas de anorexia nervosa e, quando o comportamento reflete uma ênfase excessiva na massa física ou aparência.
 
Henrique Torres