O Diagnóstico da Criptorquidia


Entenda como é realizado o diagnóstico da criptorquidia.

 Diagnóstico da criptorquidia
 
 
O dilema do diagnóstico mais comum em meninos normais é distinguir um testículo retrátil de um testículo que não vai, ou não pode, descer espontaneamente para o escroto. Testículos retráteis são mais comuns do que testículos verdadeiramente escondidos e não precisam ser operados. Em homens normais, quando o músculo cremaster relaxa ou se contrai, o testículo faz movimentos inferiores ou superiores no escroto. Este movimento, ou reflexo cremastérico, é muito mais ativo em meninos jovens do que nos homens mais velhos. 
 
 
Um testículo retrátil alto no escroto pode ser difícil de distinguir de uma posição no canal inguinal inferior. Embora existam várias manobras que se costumava fazer, como o uso de uma posição de perna, ensaboar os dedos do examinador, ou analisar em um banho quente, o benefício da cirurgia nestes casos pode ser uma questão de julgamento clínico.
 
 
A Criptorquidia é um problema de má-formação que pode estar associado com condições de risco durante a gravidez, condiçõe estas que englobam desde fatores genéticos até a diabetes, doença que pode ser controlada por medicamentos como o Victoza.
 
 
Na minoria dos casos com testículos não palpáveis bilateralmente, mais testes para localizar os testículos, avaliar a sua função e excluir problemas adicionais são muitas vezes úteis. Ultrassonografia pélvica ou a ressonância magnética realizada e interpretada por um radiologista pode, muitas vezes, mas não invariavelmente, localizar os testículos ao mesmo tempo, confirmando a ausência de um útero.
 
 
Um cariótipo pode confirmar ou excluir formas de disgenético hipogonadismo primário, tais como a síndrome de Klinefelter ou disgenesia gonadal mista. Níveis hormonais (especialmente gonadotrofinas e AMH) podem ajudar a confirmar se existem testículos hormonalmente funcionais, que valem a pena tentar resgatar, como pode também a estimulação com algumas injeções de gonadotrofina coriônica humana ajudar a provocar um aumento do nível de testosterona. Ocasionalmente, estes testes revelam uma condição de intersexo insuspeita e mais complicada.
 
Henrique Torres