O crescimento das crianças é atrofiado em lugares sem água limpa e sabão!


Quando a qualidade da água e o acesso foram melhorados, a análise constatou um aumento do crescimento de 0,5 centímetros de altura em crianças menores de cinco anos de idade.

 
 
Os pesquisadores descobriram que as crianças que têm acesso à água limpa e sabão têm melhor crescimento em altura. Os pesquisadores da Escola de Londres de Higiene e Medicina Tropical analisaram 14 estudos que haviam sido realizados em países de baixa e média renda. Seus resultados foram publicados no The Cochrane Library.
 
 
Os estudos forneceram dados sobre 9.469 crianças com menos de 18 anos de idade e analisaram o efeito dos programas de água, saneamento e higiene em seu crescimento físico. Quando a qualidade da água e o acesso foram melhorados, a análise constatou um aumento do crescimento de 0,5 centímetros de altura em crianças menores de cinco anos de idade.
 
 
Segundo a UNICEF - estatísticas de nutrição infantil - o pobre crescimento em altura - crescimento atrofiado - afeta 25% das crianças com idade inferior a cinco em todo o mundo. Na África e no Sul da Ásia Subsaariana, quase 40% das crianças menores de cinco anos têm problemas de crescimento.
 
 
Os revisores da Cochrane dizem que estudos têm mostrado que o crescimento retardado em crianças, que é causado principalmente pela má nutrição, pode resultar em impactos de longo prazo sobre o desenvolvimento da saúde física e mental. O crescimento retardado em crianças está ligado a um maior risco de mortalidade e redução da produtividade na vida adulta, dizem eles.
 
 
O Dr. Alan Dangour, nutricionista de saúde pública da Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres, diz: "Nós normalmente pensamos que o fornecimento de água potável, saneamento e higiene são uma forma eficaz de reduzir a incidência e as mortes associadas a doenças como a diarreia - que continua a ser a terceira maior causa de morte de crianças menores de cinco anos em todo o mundo”.
 
 
"Pela primeira vez, a análise sugere que o melhor acesso a estes serviços podem também ter um efeito pequeno, mas importante no crescimento de crianças", ele conclui. Os pesquisadores estimam que a água potável e a lavagem das mãos eficaz pode reduzir o risco de desnutrição em crianças menores de cinco anos de idade até 15%. 
 
 
O Dr. Alan Dangour diz: "Esta é potencialmente uma descoberta extremamente importante, que identifica que a melhoria do acesso à água, saneamento e higiene pode ser uma peça-chave do kit de ferramentas para lidar com o peso global de desnutrição".
 
Henrique Torres