Novo Tratamento para o Melanoma


Um composto originalmente encontrado na planta de hibisco pode tratar o melanoma, pior tipo de câncer de pele.

Para o estudo, o Dr. Hareesh Nair e colegas testaram o efeito de “gossypin” (uma flavona originalmente isolada da planta de hibisco (H. vitifolius)) em melanomas em cultura de células e também em ratos vivos. Nas experiências de cultura de células, eles descobriram que “gossypin” parou o crescimento das células do cancro em linhas celulares de melanoma que continham as duas mutações de genes e parou o crescimento de várias células do melanoma humano.
 
 
O câncer de pele, bem como o melanoma, pode ser evitado por meio do uso de protetor solar diariamente, principalmente quando vamos à praia, passeamos ao ar livre ou tomamos sol, para que a condição não se desenvolva.
 
 
Eles sugerem “gossypin” atrofia a atividade das mutações de ligação diretamente "tal como foi confirmado por estudos moleculares de encaixe". O tratamento com “Gossypin” também reduziu o volume do tumor e a taxa de sobrevivência aumentou nos ratinhos transplantados com tumores de melanoma humano, contendo os dois genes mutados.
 
 
Os autores concluem que: "Em resumo, este estudo identificou que “gossypin” é um novo agente com efeitos inibidores duais de quinase CDK4 BRAFV600E e para o tratamento de melanoma". Nair diz que os resultados "abrem um novo caminho para a geração de uma nova classe de compostos para o tratamento de melanoma". Ele e sua equipe agora pretendem fazer mais estudos para entender como o corpo absorve e metaboliza “gossypin”.
 
 
O estudo foi financiado pela “Biomédica Texas Fórum” e o “Robert J. Kleberg Jr”. e “Helen C. Kleberg Foundation”. Em outro estudo recente, os pesquisadores relatam que o vírus baseado Amgen melanoma droga TVEC está mostrando resultados promissores no início de um estudo de fase 3.
 
Henrique Torres