Novo Método de Tratamento para HIV Eliminaria o uso de um Coquetel de Drogas


Vaja como os pacientes de HIV poderiam ser salvos de uma dependência esgotante e cara no tratamento de sua doença!

Novo Método de Tratamento para HIV Eliminaria o uso de um Coquetel de Drogas
 
 
Uma terapia de gene sobre medida, as células T resistentes, pode vir a ser o novo método que poderia eventualmente substituir o tratamento medicamentoso atual para o HIV. Os pacientes de HIV positivos potencialmente poderiam ser salvos de uma dependência esgotante, cara, cansativa e exaustiva ao longo da vida de tratamentos com drogas.  O estudo foi realizado no laboratório e ensaios clínicos ainda precisam medir para verificar se a nova abordagem funcionaria como terapia.
 
 
A Dra. Sara Sawyer, assistente professora de genética molecular e Microbiologia na Universidade de Texas-Austin e coautora do estudo, disse: "Fornecer a uma pessoa infectada resistentes células T não poderia curar sua infecção viral. No entanto, iria fornecer a ela um conjunto protegido de células T que iriam afastar o colapso imunológico que normalmente dá origem a AIDS".
 
 
A AIDS é um vírus desafiador para tratar porque ele está em constante mutação, deixando os pacientes para serem tratados por uma lista de drogas diferentes - ou terapia antirretroviral ativa (HAART). O estudo atual evitaria este problema através de um ataque genético e diversificado que desviaria o HIV em várias frentes. Os pesquisadores pretendiam imitar a terapia antirretroviral ativa - HAART - através de manipulação genética.
 
 
Poucos dias atrás foi noticiado aqui que o sistema de saúde dos Estados Unidos poderia estar economizando mais US $1 bilhão de dólares pela prescrição de medicamentos genéricos para a terapia antirretroviral do HIV. No entanto, esta abordagem corre o risco de piorar a qualidade e a eficácia do tratamento do HIV.
 
Henrique Torres