Novas regras para o uso do protetor solar nos Estados Unidos


Termos como “bloqueador solar” e "à prova d'água” serão proibidos nas embalagens

A agência americana FDA (Food and Drug Administration), responsável pela regularização de alimentos e medicamentos nos Estados Unidos, determinou algumas alterações nos rótulos das embalagens dos protetores solares, a partir de 2012. Eles não mais poderão exibir os termos  “bloqueador solar”, “à prova d' água” e “à prova de suor”, por serem expressões enganadoras. Os protetores solares precisarão ter na fórmula o fator mínimo de proteção solar 15 e substâncias que os qualifiquem como produtos de "amplo espectro”. O objetivo das mudanças é auxiliar o consumidor na hora de escolher produtos que prometem proteção contra queimaduras solares, envelhecimento precoce e câncer de pele.

Protetores que afirmam ser de amplo espectro deverão ser submetidos aos testes de proteção contra os raios solares UVA e UVB. Os protetores solares que foram submetidos aos testes e tiverem FPS (fator de proteção solar) superior a 15 deverão apresentar um texto nos rótulos avisando sobre a redução do risco de envelhecimento precoce e câncer de pele caso sejam adotadas outras medidas preventivas contra o sol. Ao invés de “à prova d'água”, os rótulos dos protetores trarão “resistente à água”, além da especificação sobre o período de resistência à exposição ao sol. O termo “bloqueador solar” deverá ser excluído dos rótulos, pois pode gerar confusão.

Alguns cuidados precisam ser tomados no momento da compra e do uso do protetor solar. O melhor produto é sempre o indicado pelo dermatologista, que poderá avaliar a melhor opção de FPS para cada tipo de pele. Há uma grande variedade de produtos disponíveis no mercado, específicos para peles oleosas, normais ou secas, para diferentes tons de pele, e até com efeito de base, para cobrir machas e imperfeições. É importante verificar se a ação do protetor permanece após sair da piscina ou do mar e de quanto em quanto tempo é necessário reaplicá-lo no corpo.

O ideal é usar protetor solar em todos os pedaços de pele expostos à luz solar, diariamente.

Por: AgComunicado