Mulheres perdem peso com a ajuda de Avatar!


Poderia o comportamento de um avatar ajudá-lo a combater a obesidade?

 
Poderia o comportamento de um avatar ajudá-lo a combater a obesidade? Talvez, segundo pesquisadores norte-americanos, cujo estudo piloto sugere que um mundo virtual "alter ego" pode ajudar algumas mulheres a perder peso no mundo real. Estimativas indicam que cerca de dois terços dos americanos estão acima do peso ou obesos e muitos estão lutando para baixar e manter o peso, apesar de tentarem uma infinidade de pílulas, modismos, dietas e planos de exercício. Agora, um novo estudo piloto publicado online na edição de julho do Jornal da Ciência e Tecnologia de Diabetes, descobriu que existe um alto nível de interesse em utilizar a realidade virtual "alter ego" ou “avatar” como uma ajuda para emagrecer, com resultados iniciais mostrando promessa.
 
 
A autora do estudo, Melissa Napolitano, professora associada de prevenção de saúde da comunidade na The George Washington University, afirma em um comunicado que a realidade virtual pode ser uma nova ferramenta promissora para as pessoas que querem perder peso e adotar estilos de vida mais saudáveis: "Este estudo piloto mostrou que você não tem que ser um jogador que usa a realidade virtual para aprender algumas habilidades importantes para a perda de peso", explica ela.
 
 
Por exemplo, uma pesquisa publicada em 2012 sugere que, quando uma pessoa se identifica fortemente com uma representação cibernética de si mesma, conhecido como um "avatar", isso pode influenciar a sua saúde e a sua aparência. Para seu estudo, Napolitano e seus colegas queriam saber se os avatares podem ajudar mulheres com sobrepeso a adquirir comportamentos de perda de peso. O estudo foi realizado em duas fases. A primeira fase foi uma pesquisa online com 128 mulheres com excesso de peso para obter suas reações à ideia de observar um avatar com hábitos saudáveis para perda de peso como uma maneira de ajudá-los a perder peso.
 
 
Embora as mulheres que completaram o estudo estivessem tentando perder peso nos últimos 12 meses, a maioria nunca tinha usado um jogo de realidade virtual ou programa, 88% disseram que estariam dispostas a experimentá-lo se isso pudesse ajudá-los a perder peso. Muitos dos entrevistados concordaram que um avatar poderia ajudá-los a visualizar e, em seguida, a ter os comportamentos de perda de peso práticos, como uma caminhada todos os dias ou escolher opções saudáveis ao comprar alimentos.
 
Henrique Torres