Mistura de antidepressivo e remédio para colesterol pode causar efeito adverso


Dois medicamentos comuns podem aumentar a glicose

Misturar dois medicamentos comuns pode gerar um aumento dos níveis de glicose no sangue,. Um estudo conduzido pela Escola de Medicina da Universidade de Stanford mostra um efeito colateral quando do uso simultâneo do antidepressivo Paxil (paroxetina) e o remédio para o colesterol Pravacol (pravastatina). Os medicamentos, quando utilizados isoladamente, não causam este efeito.

O aumento é mais pronunciado nos diabéticos.  As estimativas dos pesquisadores é de que de 500 mil a um milhão de pessoas nos Estados Unidos utilizem os medicamentos simultaneamente.

Os pesquisadores usaram uma técnica para identificar a mistura de drogas que causem sintomas relacionados a diabetes, como a alteração dos níveis de glicose no sangue. Para isso, eles pesquisaram um banco de dados ligado ao FDA (órgão regulatório dos Estados Unidos) para monitorar os efeitos dos remédios disponíveis no mercado e registraram os sintomas ligados à hiperglicemia, como cansaço e febre, nos pacientes que estavam utilizando essas medicações. E se concentraram no Paxil e no Pravacol porque eles são comumente prescritos.

Apesar da natureza dos sintomas, nenhum paciente teve hiperglicemia. Para traçar a relação, os pesquisadores foram novamente olhar o banco de dados e acharam 135 pessoas não-diabéticas que usavam o medicamento e tinham um aumento dos níveis de glicose após o início do tratamento. E encontraram 104 diabéticos com um incremento médio ainda mais alto, de 48 mg/dl, após a tomada dos dois medicamentos.

Os aumentos são significativos porque dois aumentos consecutivos e rápidos dos níveis de glicose são candidatas à diabetes e indivíduos com níveis entre 100 e 125 mg/dl são pré-diabéticas.
    
O diabetes é uma enfermidade causada pela deficiência total ou parcial da produção de insulina, o que gera um aumento na quantidade de açúcar (glicose) no sangue.

Fonte:        Portal O Globo