Medidas para Prevenir a Pedra nos Rins


Veja quais são as medidas que podemos tomar para prevenir a formação de cálculos renais!

Medidas para Prevenir a Pedra nos Rins 
 
 
Terapia específica deve ser adaptada ao tipo de pedras envolvidas. Dieta pode ter uma profunda influência sobre o desenvolvimento de pedras nos rins. Estratégias preventivas incluem uma combinação de modificações dietéticas e medicamentos com o objetivo de reduzir a carga excretora de compostos de cálculos nos rins. Atuais recomendações dietéticas para minimizar a formação de pedras nos rins incluem: 
 
 
1. Aumentar a ingestão de líquidos de alimentos ricos em citrato (especialmente ricos em limonada e suco de laranja), com o objetivo de aumentar a produção de urina para mais de dois litros por dia;
2. Tentativa de manter uma ingestão de cálcio (Ca) de 1000-1200 mg por dia;
3. Limitar a ingestão de sódio (Na) para menos de 2300 mg por dia;
4. Limitar a ingestão de vitamina C para menos de 1000 mg por dia;
5. Limitar a ingestão de proteína animal para não mais do que duas refeições diariamente, com menos de 170–230 g / dia. (Uma associação positiva entre o consumo de proteína animal e recorrência de cálculos renais tem sido demonstrada em homens).
6. Limitar o consumo de alimentos que contêm grandes quantidades de oxalato (como espinafre, morangos, nozes, ruibarbo, germe de trigo, chá, chocolate, cacau, fabricada cerveja escura).
 
 
A Ingestão de líquidos deve ser suficiente para manter um débito urinário de pelo menos 2 l por dia. Uma alta ingestão de líquidos tem sido associada com uma redução de quarenta por cento no risco de recorrência de pedra nos rins. 
 
 
Para as pedras sintomáticas, o controle da dor é, geralmente, feito pelo uso de medicamentos antiinflamatórios (como 800 mg de ibuprofeno, 3 vezes por dia) ou opióides.
 
Henrique Torres