O medicamento Eprex no tratamento da insuficiência renal e da anemia secundária


ENTENDA SOBRE A AÇÃO DESTA MEDICAÇÃO

A anemia é uma doença resultado da baixa concentração de hemoglobina ou da porcentagem de glóbulos vermelhos no volume total de sangue (hematócrito) registrada por meio do hemograma – o exame que pode detectar um estado de anemia.

Segundo o artigo Anemia aplástica secundária, este tipo de anemia caracteriza-se pela incapacidade da medula óssea de produzir glóbulos vermelhos, o que afeta todos os tipos de células sanguíneas.

Os sintomas da anemia secundária são: fadiga, palidez, erupção, batimentos cardíacos acelerados, sangramento da gengiva, sangramento nasal, falta de ar decorrente de esforço etc.

No artigo Doença renal crônica: um agravo de proporções crescentes na população brasileira, publicado em 2013, a Doença Renal Crônica (DRC) é apontada como um sério problema de saúde nas populações contemporâneas, que pode ser considerado como “epidemia” de crescimento alarmante.

A pesquisa também aborda a anemia como uma complicação que pode ocorrer em qualquer estágio da insuficiência renal e que pode se tornar mais severa à medida que a doença renal progride. Caso a anemia não seja devidamente tratada, pode provocar sensação de fadiga, a perda da capacidade física e cognitiva e pode causar sobrecarga cardíaca.

De acordo com o avanço da doença renal e das complicações, o tratamento é realizado com medicações que variam de acordo com a gravidade do problema e com as comorbidades (problemas que podem surgir acompanhando a doença como é o caso da anemia, já mencionada).

A medicação Eprex , que possui a substância principal alfapoetina é indicada para o tratamento da anemia secundária e para o tratamento da insuficiência renal crônica tanto em adultos como em crianças que estejam passando por diálise ou em fase de pré-diálise.

O medicamento Eprex é indicado também no tratamento da anemia associada ao câncer não mielóide, como parte do tratamento secundário à quimioterapia

O Eprex também pode ser indicado a pacientes com AIDS submetidos a tratamento com zidovudina (AZT).

O medicamento costuma ser indicado a pessoas que serão submetidas a alguma cirurgia de grande porte a ponto da necessidade de transfusão de sangue.

O Eprex aumenta o nível de hemoglobina no período que antecede uma operação ortopédica e ajuda a prevenir transfusões autólogas.

O medicamento é contraindicado a pessoas que tenham hipersensibilidade a qualquer componente da medicação; que sofram de pressão alta não controlada por medicamento; que sofram de doença grave no coração; de aterosclerose; de doença vascular cerebral, entre outras.

O importante diante de um quadro clínico grave de insuficiência renal que seja acompanhado de anemia é acima de tudo manter a positividade. Medicamentos de boa resposta como é o caso do Eprex, podem ser úteis no tratamento e melhorar a qualidade de vida do paciente.

 

Fontes

Eprex: BulasMed: www.bulas.med.br/p/bulas-de-medicamentos/bula/5978/eprex.htm

Anemia aplástica secundária. Site Farmácia Saúde.

Anemias. Dr. Drauzio Varella: drauziovarella.com.br/letras/a/anemias

Doença renal crônica: um agravo de proporções crescentes na população brasileira. Realizado por: Pamila Siviero; Carla Jorge Machado; Roberto Nascimento Rodrigues: www.cedeplar.ufmg.br/pesquisas/td/TD%20467.pdf

Daiana Barasa