Líquidos podem ser ingeridos durante a refeição?


Qual o problema que há em ingerir líquidos durante as refeições. Leia e saiba.

 
Provavelmente você já tenha ouvido falar sobre o malefício de ingerir líquido junto as refeições, mas sabe de fato o porquê dessa restrição? Na verdade o que especialistas alertam quanto à ingestão de líquido durante as refeições é que prejudica o processo de digestão dos alimentos. 
 
Quando o indivíduo se alimenta, o estômago produz ácido clorídrico, essa substância por si só já é bem concentrada, mas se no momento da refeição, o indivíduo estiver bebendo líquido, este ácido se dilui e seu poder digestivo é diminuído.
 
Muitos já devem ter ouvido falar que ingerir líquidos durante as refeições engorda, mas na verdade o que ocorre é que com a ingestão de bebidas, o estômago se dilata e desta forma, a sensação que se tem é de inchaço, o indivíduo não se sente totalmente saciado e a necessidade de ingerir mais alimentos pode fazer com que engorde.
 
A necessidade de beber algum líquido durante as refeições é totalmente psicológica, o recomendável é que seja ingerido 1 hora antes das principais refeições ou 1 hora depois. Como nem todos conseguem se alimentar sem beber algo, pode-se ser ingerido até 200 ml de alguma bebida.
 
Segundo pesquisas, o refrigerante é o campeão de ingestão no momento das refeições. O ideal seria que os 200 ml de líquido ingerido fosse de água filtrada ou suco natural (com adoçante ou mel), afinal, são tipos de bebidas que auxiliam na hidratação do corpo e não aumentam o valor calórico dos alimentos. 
 
O recomendável pelos médicos é que não haja a ingestão de nenhum tipo de líquido enquanto se realiza a refeição para que o suco gástrico possa agir, e dessa forma absorva nutrientes e quebre importantes moléculas. 
 
Quando a digestão não é completa, podem surgir alguns desconfortos como: gases; flatulência; deficiência na absorção de nutrientes, entre outros.
 
O importante é que nos intervalos das refeições, sejam ingeridos de 6 a 8 copos de água para manter o corpo bem hidratado, e desta forma, a necessidade por líquidos diminuirá durante a alimentação. 
 
Daiana Barasa