Leite é o alimento preferencial no café da manhã


Laticínios são fontes de cálcio e por isso combatem a osteoporose; só não podem ingeri-los quem tem intolerância à lactose ou os veganos estritos

 O café da manhã nos fornece a energia necessária para dar início às atividades do dia.  É considerado pelos nutricionistas como a principal refeição – seguido do almoço e do jantar. Logo pela manhã, devemos consumir alimentos variados, ricos em nutrientes, para que o corpo receba um reforço para seus processos metabólicos logo após o longo período de jejum noturno.
 
Café com leite integral ou desnatado, pães e torradas com requeijão, geleia ou manteiga, queijos, iogurtes e frutas in natura são elementos que costumam compor o desjejum do brasileiro. Os laticínios são importantes por serem fontes de cálcio, mineral que fortalece os ossos e combate a osteoporose (doença que é combatida com medicamentos e mudanças no estilo de vida). Além do cálcio, contém vitamina D e potássio.  Os fãs da alimentação orgânica se deliciam com as opções de laticínios provenientes de animais criados a pasto, sem hormônios. Só não podem ingerir laticínios os veganos estritos ou quem sofre de intolerância à lactose. Existem no mercado várias opções de leites sem lactose. 
 
Optar pelas versões desnatadas ou semidesnatadas do leite, requeijão e iogurte ajuda a diminuir a quantidade de gordura saturada da alimentação. E o melhor é que o teor de cálcio contido nestas opções é a mesma que nas versões integrais. Para as crianças, recomenda-se a ingestão de três a quatro copos de leite integral por dia, pois este possui maior valor energético, mais adequado para sustentar o crescimento rápido dos pequeninos.
 
Já na fase da adolescência, a indicação é o leite semidesnatado, que tem um pouco menos de gordura. Caso o adolescente necessite controlar o peso ou apresente histórico familiar de doenças relacionadas à obesidade, o ideal é optar pelo leite desnatado. Porém, é bom garantir o fornecimento de vitamina A a partir de outras fontes – cenoura, abóbora e folhas verdes escuras, por exemplo – e realizar acompanhamento com um especialista.
 
A quantidade de dois a três copos diários de leite é ideal para os adultos, mas ao longo do dia é mais difícil para uma pessoa adulta seguir essa recomendação. Portanto, a substituição do leite por derivados é válida. Iogurtes desnatados e queijos magros são sugestões práticas e gostosas para o lanche da tarde, dentro de uma dieta balanceada.
 
Por: AgComunicado