Isquemia


O que é? Quais os tratamentos?

 

O que é?
 
 
Na medicina a isquemia é uma restrição no fornecimento de sangue aos tecidos, causando a escassez do oxigênio e da glicose necessários para o metabolismo celular (para manter tecido vivo). A isquemia é geralmente causada por problemas com os vasos sanguíneos, com dano resultante ou disfunção do tecido. Também significa uma anemia local em dada parte de um corpo, por vezes resultante de congestionamento (tais como a vasoconstrição, trombose ou embolismo).
 
 
Os sinais e sintomas
 
 
Uma vez que o oxigênio é transportado para o sangue e depois para os tecidos, o fornecimento insuficiente de sangue faz com que o tecido se tornem hipóxicos. Nos tecidos do coração e do cérebro, os danos irreversíveis nos tecidos podem ocorrer em menos de três minutos. Os rins são também rapidamente danificados pela perda de fluxo sanguíneo. Tecidos com taxas metabólicas mais lentas podem sofrer danos irreversíveis após 20 minutos.
 
 
Isquemia cardíaca 
 
 
Isquemia cardíaca pode ser assintomática ou pode causar dor no peito, conhecida como angina de peito. Ela ocorre quando o músculo cardíaco, ou miocárdio, recebe um fluxo de sangue insuficiente. Este é o mais frequentemente resultado da aterosclerose, que é a acumulação de longo prazo das placas ricas em colesterol nas artérias coronárias. A doença isquêmica cardíaca é a causa mais comum de morte na maioria dos países ocidentais e uma das principais causas de internações hospitalares. 
 
 
Isquemia cerebral
 
 
A isquemia cerebral é o fluxo de sangue insuficiente para o cérebro, e pode ser aguda (isto é, rápida) ou crônica (ou seja, de longa duração). AVC isquêmico agudo é uma emergência neurológica que pode ser reversível se tratado rapidamente. A isquemia crônica do cérebro pode resultar em uma forma de demência chamada demência vascular. Um breve episódio de isquemia que afeta o cérebro é chamado de ataque isquêmico transitório. A dexametasona é um medicamento utilizado no tratamento de condições patológicas como isquemia cerebral.
 

Isquemia aguda dos membros
 
 
A falta de fluxo de sangue a um membro resulta em isquemia aguda. Um fluxo insuficiente de sangue a uma parte do corpo pode ser causado por qualquer um dos seguintes motivos:
 
 
  1. Síndrome do desfiladeiro torácico (compressão do plexo braquial);
  2. A aterosclerose (placas carregadas de lipídios obstruindo o lúmen das artérias);
  3. Hipoglicemia (abaixo do nível normal de glicose);
  4. Taquicardia (anormais batimentos rápidos do coração);
  5. Hipotensão (pressão arterial baixa);
  6. Tromboembolismo (coágulos sanguíneos);
  7. Compressão exterior de um vaso sanguíneo;
  8. Embolia (corpos estranhos na circulação, por exemplo, embolia do líquido amniótico);
  9. Malformações arteriovenosas e doença arterial obstrutiva periférica;
  10. Ruptura dos vasos sanguíneos que abastecem um tecido ou órgão.
 
Henrique Torres