Dicas para um intestino saudável


Câncer de cólon e reto são um dos tipos de câncer mais incidentes no Brasil

Segundo dados do Inca (Instituto Nacional do Câncer), o câncer de cólon e reto integra o grupo dos tipos de câncer mais frequentes, só no Brasil, aproximadamente trinta mil novos casos surgem a cada ano.

O câncer de cólon e reto está intimamente ligado com predisposição genética, casos da doença na família e também aos hábitos desenvolvidos ao longo da vida.

Em casos de qualquer anormalidade no hábito de ir ao banheiro, é fundamental se consultar com um médico, o exame mais indicado é a colonoscopia, que se trata de uma espécie de endoscopia realizada pelo ânus que pode identificar qualquer tipo de anormalidade. 

Há casos em que há a presença de algum tipo de inflamação que se não for tratada adequadamente pode se transformar em um caso mais grave, como câncer.

A maioria dos brasileiros tem alimentação inadequada. Exagerar no consumo de frituras, condimentos, gorduras, sódio, entre outros, pode colocar em risco a saúde do intestino. A ingestão de carne vermelha com frequência, pode levar ao acúmulo de toxinas no intestino grosso, o que quer dizer que a carne vermelha deve ser consumida com equilíbrio na dieta.

Consuma com frequência frutas, verduras e legumes, alterne entre as versões cruas e refogadas das verduras e legumes. Prefira as versões integrais dos alimentos, isso porque são mais ricas em fibras, aliás, as fibras são primordiais para  manter o bom funcionamento da flora intestinal, e casos graves como a diverticulite, por exemplo, podem ser prevenidos por hábitos alimentares mais saudáveis.

Procure sempre controlar o peso, a obesidade e o acúmulo de gorduras pode levar a problemas intestinais. Por isso, uma dieta equilibrada e exercícios físicos são altamente recomendados. Os exercícios na modalidade aeróbica são os mais indicados por trabalharem diversos grupos musculares ao mesmo, por isso invista na natação, caminhada, corrida, dança, entre outras.

Mantenha o corpo hidratado, beba muita água, isso ajuda a melhorar a circulação sanguínea e também reflete sobre o funcionamento intestinal. Vale salientar que as fibras ingeridas na dieta só podem ter sua função ativada quando líquidos são ingeridos. A ingestão do álcool em excesso pode colocar a saúde do intestino em risco, por isso, modere na quantidade e frequência.

Mais de 100 estudos científicos apontam a relação do fumo com o desenvolvimento do câncer de cólon e reto.

Se ao evacuar sentir dificuldades, dores ou até mesmo se houver a presença de sangue, procure imediatamente um médico. Cuide da saúde, mude maus hábitos e perceba a diferença na saúde. Muitas crianças também costumam apresentar o problema devido a uma dieta alimentar desregulada, por isso, é fundamental repensar a dieta de toda a família. Com a saúde do intestino não se brinca!

 

 

Daiana Barasa